Avaliação dos padrões de uso de álcool em usuários de serviços de Atenção Primária à Saúde de Juiz de Fora e Rio Pomba (MG)

Avaliação dos padrões de uso de álcool em usuários de serviços de Atenção Primária à Saúde de Juiz de Fora e Rio Pomba (MG)

Título alternativo Evaluation of the patterns of alcohol consumption at Primary Health Care services in Juiz de Fora and Rio Pomba (MG)
Autor Magnabosco, Molise De Bem Google Scholar
Souza-Formigoni, Maria Lucia Oliveira de Autor UNIFESP Google Scholar
Ronzani, Telmo Mota Google Scholar
Instituição Universidade Federal de Juiz de Fora Departamento de Psicologia
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo A significant part of the Brazilian population presents alcohol consumption patterns associated with high risk of development problems. Therefore, it is fundamental to verify the patterns of alcohol consumption among the population in order to outline primary and secondary prevention strategies. The aim of this study is to verify the patterns of alcohol consumption among the users of Primary Health Care in the cities of Juiz de Fora and Rio Pomba, in the state of Minas Gerais. We applied a screening test -the AUDIT- in a sample of 921 people selected during routine consultations. Considering data as a whole, 18.3% of the evaluated people were at the risk use zone; 77.9% had low hazardous alcohol use or were abstemious and 3.8% pointed toward the suggestive dependence zone. In general, men more frequently demonstrated hazardous behavior compared to women, which was also more prevalent in the 38 to 47 year-old-age group.

Uma parte significativa da população brasileira apresenta padrões de consumo de álcool associados a alto risco de desenvolvimento de problemas. Por tal razão, é fundamental avaliá-los na população para traçar estratégias de prevenção primária e secundária ao seu uso. O objetivo deste estudo foi avaliar esse padrão de consumo dos usuários de serviços da Atenção Primária à Saúde das cidades de Juiz de Fora e Rio Pomba, Minas Gerais. Foi aplicado um instrumento de rastreamento -o AUDIT- a 921 sujeitos recrutados durante as consultas de rotina. Considerando os dados em conjunto, 18,3% das pessoas avaliadas encontravam-se na faixa de uso de risco, 77,9% da amostra faziam uso de baixo risco ou eram abstêmios, e 3,8% pontuaram na faixa sugestiva de dependência. De modo geral, os homens apresentaram comportamento de risco em maior freqüência do que as mulheres, sendo mais prevalente na faixa etária dos 38 aos 47 anos de idade.
Palavra-chave Primary Health Care
Screening
Alcoholism
AUDIT
Cuidados Primários de Saúde
Triagem
Alcoolismo
AUDIT
Idioma Português
Data de publicação 2007-12-01
Publicado em Revista Brasileira de Epidemiologia. Associação Brasileira de Saúde Coletiva, v. 10, n. 4, p. 637-647, 2007.
ISSN 1415-790X (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Extensão 637-647
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2007000400021
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1415-790X2007000400021 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4044

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1415-790X2007000400021.pdf
Tamanho: 77.82KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta