Colonização orofaríngea de crianças à admissão em uma unidade de cuidados intensivos

Colonização orofaríngea de crianças à admissão em uma unidade de cuidados intensivos

Título alternativo Children's oropharyngeal colonization upon admission at a pediatric intensive care unit
Colonización de la orofaringe de niños admitidos en una unidad de cuidados intensivos pediátricos
Autor Kusahara, Denise Miyuki Autor UNIFESP Google Scholar
Peterlini, Maria Angélica Sorgini Autor UNIFESP Google Scholar
Pedreira, Mavilde da Luz Gonçalves Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Objectives: This study aimed to identify the microbiological oropharyngeal colonization pattern in children admitted at a Pediatric Intensive Care Unit (PICU) and to verify the influence of children's and implemented therapies' characteristics before admission at the UCIP on this pattern. Prospective study realized at a PICU of a university hospital. METHODS: Samples of oropharyngeal secretion were obtained in the first 24 hours of the children's admission. Variables related to the children's and the therapies' characteristics were investigated. RESULTS: The majority of the children had normal nutritional state, admitted in the hospital in emergencies situations, with chronic diseases and without alterations in the clinical conditions of the oral cavity. CONCLUSION: The children who were colonized by pathogenic microorganisms presented a longer hospital stay (p=0,020) than those with cultures with normal flora species. The investigated characteristics of the children did not exert any significant influence the microbiological oropharyngeal colonization pattern.

OBJETIVOS: Estudio prospectivo que tuvo como objetivo identificar el patrón microbiológico de la colonización de la orofaringe de niños admitidos en una Unidad de Cuidados Intensivos Pediátricos (UCIP) y verificar la influencia de las características relativas al niño y terapéutica implementada antes de la admisión sobre el patrón de colonización orofaríngeo. MÉTODOS: Los 55 niños que conformaron la muestra fueron sometidos a la recolección de secreción de la orofaringe en las primeras 24 horas de internamiento. RESULTADOS: La mayoría de los niños eran eutróficos, admitidos en el hospital en situación de emergencia, portadores de afecciones crónicas, sin alteraciones clínicas de la arcada dentaria y mucosa de la cavidad oral. CONCLUSIÓN: Las características de los niños y la terapéutica no interfirieron significantemente en el patrón microbiológico de la colonización orofaríngea de los niños en la admisión a la UCIP, con todo se verificó que los niños portadores de microorganismos patógenos presentaron tiempo de internamiento hospitalario mayor (p=0,020) que aquellos colonizados solamente por especies de la flora normal.

OBJETIVOS: Estudo prospectivo que objetivou identificar o padrão microbiológico da colonização da orofaringe de crianças à admissão em uma Unidade de Cuidados Intensivos Pediátricos (UCIP) e verificar a influência de características relativas à criança e terapêutica implementada antes da admissão sobre o padrão de colonização orofaríngeo. MÉTODOS: As 55 crianças que compuseram a amostra foram submetidas a coleta de secreção de orofaringe nas primeiras 24 horas de internação. RESULTADOS: A maioria das crianças eram eutróficas, admitidas no hospital em situação de emergência, portadoras de afecções crônicas, sem alterações clínicas da arcada dentária e mucosa da cavidade oral. CONCLUSÃO: As características das crianças e terapêutica não interferiram significantemente no padrão microbiológico da colonização orofaríngea das crianças na admissão na UCIP, contudo verificou-se que crianças portadoras de microorganismos patógenos apresentaram tempo de internação hospitalar maior (p=0,020) do que aquelas colonizadas somente por espécies de flora normal.
Palavra-chave Pediatric nursing
Cross infection
Pediatric intensive care unit
Oropharynx
Pneumonia
Enfermagem pediátrica
Infecção hospitalar
Unidades de terapia intensiva pediátrica
Orofaringe
Pneumonia
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2007-12-01
Publicado em Acta Paulista de Enfermagem. Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), v. 20, n. 4, p. 421-427, 2007.
ISSN 0103-2100 (Sherpa/Romeo)
Publicador Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 421-427
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002007000400006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0103-21002007000400006 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4035

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0103-21002007000400006.pdf
Tamanho: 484.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta