Suscetibilidade antimicrobiana in vitro dos Staphylococcus coagulase negativa oculares

Suscetibilidade antimicrobiana in vitro dos Staphylococcus coagulase negativa oculares

Título alternativo In vitro antimicrobial susceptibility of coagulase negative staphylococcal ocular isolates
Autor Gayoso, Maria de Fátima Azevedo Autor UNIFESP Google Scholar
Oliveira, Adália Dias Dourado Autor UNIFESP Google Scholar
d'Azevedo, Pedro Alves Autor UNIFESP Google Scholar
Yu, Maria Cecília Zorat Autor UNIFESP Google Scholar
Hofling-Lima, Ana Luisa Autor UNIFESP Google Scholar
Francisco, Waldemar Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de São Paulo (USP)
Resumo PURPOSE: To assess the in vitro susceptibility of conjunctival and corneal coagulase negative Staphylococcus (CoNS) to methicillin, fluoroquinolones and aminoglycosides. METHODS: A total of 707 conjunctival and corneal CoNS disk diffusion test results were retrospectively analyzed, from January 2000 through December 2003. RESULTS: From 2000 to 2003, there was an increase in number of CoNS isolated from conjunctiva (n=57 to n=153) and cornea (n=28 to n=78). The frequency of conjunctival and corneal methicillin-resistant CoNS also increased (1.8 to 19.6% and 14.3 to 29.3%, respectively). There was no statistically significant difference between fluoroquinolones-resistant CoNS percentages in conjunctiva (ofloxacin: 1.8 to 7.8% and ciprofloxacin: 3.5 to 9.2%) and cornea (ofloxacin: 14.3 to 9.0% and ciprofloxacin: 14.3 to 10.3%). Evaluating the results of the conjunctival samples, there was increased resistance to tobramycin (15.8 to 34.0%) and to gentamycin (10.5 to 25.5%). There was no change in resistance of corneal isolates to tobramycin (28.6 to 26.9%) and to gentamycin (21.4 to 23.1%). CONCLUSIONS: there was a decrease in in vitro CoNS susceptibility to methicillin, tobramycin and gentamycin. Fuoroquinolones represented by ofloxacin and ciprofloxacin demonstrated stable in vitro susceptibility.

OBJETIVO: Avaliar a suscetibilidade, in vitro, de Staphylococcus coagulase negativa (SCoN), isolados da conjuntiva e córnea, à meticilina, às fluoroquinolonas e aos aminoglicosídeos. MÉTODOS: Foram analisadas retrospectivamente 707 amostras oculares de SCoN quanto à suscetibilidade aos antimicrobianos pelo teste de disco difusão, durante o período de janeiro de 2000 a dezembro de 2003. RESULTADOS: Houve um aumento do número de SCoN em isolados da conjuntiva (n=57, ano de 2000 e n=153, ano de 2003) e da córnea (n=28, ano de 2000 e n=78, ano de 2003). A freqüência de SCoN resistentes à meticilina isolados da conjuntiva e da córnea, aumentou (1,8 a 19,6% e 14,3 a 29,3% respectivamente) durante o período avaliado. Não houve diferença estatisticamente significante nos anos estudados, nos percentuais de SCoN resistentes às fluoroquinolonas, nas conjuntivas (ofloxacina: 1,8 a 7,8% e ciprofloxacina: 3,5 a 9,2%) e nas córneas (ofloxacina: 14,3 a 9,0% e ciprofloxacina:14,3 a 10,3%). Avaliando-se os resultados das amostras isoladas da conjuntiva, observou-se um aumento na resistência à tobramicina: 15,8 a 34,6%; e à gentamicina: 10,5 a 25,5%; mas não houve mudança no perfil de resistência das amostras da córnea à tobramicina: 28,6 a 26,9% e à gentamicina: 21,4 a 23,1%). CONCLUSÃO: Houve diminuição na suscetibilidade in vitro dos SCoN para meticilina, tobramicina e gentamicina. As fluoroquinolonas, representadas pela ofloxacina e ciprofloxacina, demonstraram ter um padrão estável de suscetibilidade in vitro.
Palavra-chave Drug resistance
Eye infections, bacterial
Staphylococcus
Coagulase
Fluoroquinolones
Aminoglycosides
Methicillin resistance
Conjunctivitis
Keratitis
Resistência microbiana a drogas
Infecções oculares bacterianas
Staphylococcus
Coagulase
Fluoroquinolonas
Aminoglicosídeos
Resistência a meticilina
Conjuntivites
Ceratites
Idioma Português
Data de publicação 2007-12-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 70, n. 6, p. 924-928, 2007.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 924-928
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492007000600007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492007000600007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4025

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492007000600007.pdf
Tamanho: 1.016MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta