Acidentes não fatais em adolescentes escolares de Belém, Pará

Acidentes não fatais em adolescentes escolares de Belém, Pará

Título alternativo Nonfatal accidents among adolescents students in the city of Belém, Pará, Brazil
Autor Carvalho, Maria Florinda P. P. de Google Scholar
Puccini, Rosana Fiorini Autor UNIFESP Google Scholar
Silva, Edina Mariko Koga da Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade do Estado do Pará Disciplina de Pediatria
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: Study the frequency of nonfatal accidents among adolescent students in the city of Belém, Pará, Brazil. METHODS: This cross-sectional study enrolled a probabilistic sample of 2,828 adolescent students, aged 17 and 18 years old, chosen in clusters obtained in multiple stages. Students were in their final year of high school, in public and private schools of the city of Belém, during the year 2000. Data was collected through a self-administered semi-structured questionnaire. Statistical analysis to compare the categorical variables between the two groups used the chi-square calculated by the Epitable of Epi-Info 6.01. RESULTS: The students' mean age was 17.7 years; 60% were female; 82% studied in public schools; 61% lived with both parents; and 23% with only one of their parents. The occurrence of at least one accident was reported by 1,987 (70%) adolescents. The most frequent types were: falls (35%), contact with sharp glass, knife, sword and dagger (30%), contact with heat and hot substances (22%), transport accidents (20%) and bite by dogs and other mammals (18%). Accidents were more frequent among males (78%) than females (65%), and among students of private schools (77%) than those of public schools (69%). One third of the accidents led the adolescents to healthcare services and, of these, 9% were hospitalized. CONCLUSIONS: A high accident rate was seen among adolescent students, confirming the vulnerability of this age group. Better social conditions, here represented by attendance of private schools, did not confer protection against accidents in this population.

OBJETIVO: Verificar a ocorrência de acidentes não fatais em adolescentes escolares do município de Belém, Pará. MÉTODOS: Estudo transversal. Amostra probabilística por conglomerados obtida em múltiplos estágios, que incluiu 2.828 adolescentes escolares, com idades entre 17 e 18 anos, matriculados na terceira série do ensino médio de escolas públicas e privadas de Belém, no ano 2000. Coleta de dados: questionário semi-estruturado de autopreenchimento. Análise estatística: comparação das variáveis categóricas por teste do qui-quadrado, calculado pelo programa Epitable, do Epi-Info 6.01. RESULTADOS: A média de idade dos escolares foi 17,7 anos, sendo 60% meninas, 82% estudavam na rede pública, 61% residiam com pai e mãe e 23% com apenas um dos genitores. A ocorrência de pelo menos um acidente foi relatada por 1.987 (70%) adolescentes. Os mais freqüentes foram: quedas (35%), contato com vidro, faca, espada e punhal (30%), contato com fonte de calor ou substâncias quentes (22%), acidentes de transporte (20%) e mordeduras por cão ou outros mamíferos (18%). A ocorrência foi maior no sexo masculino (78%) do que no feminino (65%) e entre estudantes da rede privada (77%) em comparação aos da rede pública (69%). Um terço dos acidentes levou os adolescentes à procura do serviço de saúde e, destes, 9% foram hospitalizados. CONCLUSÕES: Verificou-se elevada ocorrência de acidentes em adolescentes escolares, confirmando a vulnerabilidade desta faixa etária. Concluiu-se que a melhor condição social, aqui representada pela procedência da escola privada, não conferiu proteção a esses escolares.
Palavra-chave accidents
students
adolescent
acidentes
estudantes
adolescente
Idioma Português
Data de publicação 2007-12-01
Publicado em Revista Paulista de Pediatria. Sociedade de Pediatria de São Paulo, v. 25, n. 4, p. 324-330, 2007.
ISSN 0103-0582 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade de Pediatria de São Paulo
Extensão 324-330
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822007000400005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0103-05822007000400005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4012

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0103-05822007000400005.pdf
Tamanho: 625.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta