Avaliação da concordância entre ressonância magnética de ultra-sonografia na classificação de fibrose periportal em esquitossomóticos, segundo a classificação de Niamey

Avaliação da concordância entre ressonância magnética de ultra-sonografia na classificação de fibrose periportal em esquitossomóticos, segundo a classificação de Niamey

Título alternativo Agreement between magnetic resonance imaging and ultrasonography in the classification of schistosomal periportal fibrosis, according to Niamey's criteria
Autor Scortegagna Junior, Eduardo Autor UNIFESP Google Scholar
Leão, Alberto Ribeiro de Souza Autor UNIFESP Google Scholar
Santos, José Eduardo Mourão Autor UNIFESP Google Scholar
Sales, Danilo Moulin Autor UNIFESP Google Scholar
Shigueoka, David Carlos Autor UNIFESP Google Scholar
Aguiar, Luciane Aparecida Kopke de Autor UNIFESP Google Scholar
Brant, Paulo Eugênio Autor UNIFESP Google Scholar
Colleoni Neto, Ramiro Autor UNIFESP Google Scholar
Borges, Durval Rosa Autor UNIFESP Google Scholar
D'Ippolito, Giuseppe Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To evaluate the reproducibility of magnetic resonance imaging and the agreement between ultrasound and magnetic resonance imaging in the classification of periportal fibrosis in patients with schistosomiasis based on Niamey's qualitative criteria. MATERIALS AND METHODS: A prospective, double-blinded study was conducted between February 2005 and June 2006 with 20 patients (10 men and 10 women, with ages ranging between 24 and 60 years, mean age 42.7 years) diagnosed with schistosomiasis mansoni. Both ultrasound and magnetic resonance images were independently evaluated by two experienced observers. Interobserver agreement was evaluated for findings of periportal fibrosis on magnetic resonance images and in a comparison between magnetic resonance and ultrasound images. RESULTS: The analysis of magnetic resonance images showed total interobserver agreement in 14 patients (70%). The comparison between ultrasound and magnetic resonance imaging showed agreement between images in only six cases (30%) by observer 1, and in eight cases (40%) by observer 2. CONCLUSION: Magnetic resonance imaging presents a good reproducibility in the evaluation of periportal fibrosis in later stages of schistosomiasis, however, the correlation between magnetic resonance imaging and ultrasound is poor.

OBJETIVO: Avaliar a reprodutibilidade da ressonância magnética e a concordância entre a ultra-sonografia e a ressonância magnética na classificação da fibrose periportal em pacientes esquistossomóticos, segundo os critérios qualitativos de Niamey. MATERIAIS E MÉTODOS: Foi realizado estudo prospectivo e duplo-cego, entre fevereiro de 2005 e junho de 2006, em 20 pacientes (10 homens e 10 mulheres, idades entre 24 e 60 anos, média de 42,75 anos) com diagnóstico de esquistossomose mansônica. As imagens de ultra-sonografia e de ressonância magnética foram avaliadas por dois examinadores experientes de forma independente. Foi medida a concordância interobservador para a ressonância magnética e entre a ressonância magnética e a ultra-sonografia. RESULTADOS: A ressonância magnética apresentou resultados concordantes entre os observadores em 14 pacientes (70%). Quando comparamos a ressonância magnética com a ultra-sonografia, obtivemos concordância em apenas seis pacientes pelo observador 1 (30%) e em oito pacientes pelo observador 2 (40%). CONCLUSÃO: A ressonância magnética tem boa reprodutibilidade na avaliação de fibrose periportal em pacientes com esquistossomose avançada, porém sua concordância com a ultra-sonografia é fraca.
Palavra-chave Schistosomiasis
Periportal fibrosis
Ultrasound
Magnetic resonance imaging
Esquistossomose
Fibrose periportal
Ultra-sonografia
Ressonância magnética
Idioma Português
Data de publicação 2007-10-01
Publicado em Radiologia Brasileira. Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem, v. 40, n. 5, p. 303-308, 2007.
ISSN 0100-3984 (Sherpa/Romeo)
Publicador Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Extensão 303-308
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-39842007000500005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-39842007000500005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3976

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-39842007000500005.pdf
Tamanho: 326.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta