Análise de fatores associados à ulceração de extremidades em indivíduos diabéticos com neuropatia periférica

Análise de fatores associados à ulceração de extremidades em indivíduos diabéticos com neuropatia periférica

Título alternativo Analysis of factors associated with extremity ulceration in diabetic subjects with peripheral neuropathy
Autor Porciúncula, Mariana V.p. Autor UNIFESP Google Scholar
Rolim, Luiz Clemente de Souza Pereira Autor UNIFESP Google Scholar
Garofolo, Luciana Autor UNIFESP Google Scholar
Ferreira, Sandra Roberta Gouvea Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de São Paulo (USP)
Resumo Peripheral neuropathy is the main risk factor for foot ulceration in diabetic subjects. This study examined the association of peripheral arterial disease (PAD) with foot ulceration in a sample of diabetic subjects with peripheral neuropathy, and also if inflammatory markers would be associated with this event. We evaluated 32 type 2 diabetic individuals with abnormal 10-g monofilament exam, who were stratified in 2 groups according to history or presence of lower extremities ulcer. The group with ulcer (n = 18) included the ones that had active or cicatrized ulcer, or some lower-extremity amputation due to ulcer complications. In addition to the neurological examination and monofilament test, they were submitted to biothesiometry, lower extremity vascular assessment with Doppler, and laboratory determinations. No difference between the groups was found concerning sex distribution, mean age, and duration of diabetes diagnosis. The group with ulcer showed higher mean values of height (1.70 ± 0.06 vs. 1.63 ± 0.11 m, p = 0.044), vibration perception threshold measured in medial malleolli (40.9 ± 13.0 vs. 30.6 ± 12.3 V, p = 0.040) than the group without ulcer. The groups did not differ regarding the mean values of the inflammatory markers. Response to patellae reflex was worse in the group with ulcer (p = 0.047), in which a higher proportion of individuals with abnormal toe-brachial index (p = 0.030) was observed as compared to those without ulcer. We concluded that PAD is associated with the presence of ulcer in neuropathic subjects. The assessment of digital arteries flow in lower limbs (in great toe) contributed to detect such association. Association of diabetic foot ulcers and inflammatory markers was not observed, but cannot be excluded due to limitations of sample size. Prospective studies should examine the sensitivity of the toe-brachial index to identify PAD in diabetic individual at risk of ulceration.

A neuropatia periférica é o principal fator de risco para ulceração em pé de indivíduos diabéticos. Este estudo testou a associação de doença arterial periférica (DAP) à ulceração do pé em amostra de pacientes com neuropatia sensório-motora simétrica distal e se marcadores inflamatórios subclínicos também se associariam a esse evento. Foram avaliados 32 indivíduos diabéticos tipo 2 com exame do monofilamento de 10 g alterado, estratificados em 2 grupos segundo a história ou presença de úlcera nas extremidades inferiores. O grupo com úlcera (n = 18) incluiu aqueles que apresentavam úlcera ativa ou cicatrizada, ou que tiveram alguma amputação em membro inferior decorrente de complicações da úlcera. Além do exame neurológico e monofilamento, foram submetidos a bioestesiometria, avaliação vascular com Doppler e exames laboratoriais. Os grupos foram semelhantes quanto à distribuição dos sexos, média de idade e tempo de diabetes. O grupo com úlcera apresentou valores médios de altura (1,70 ± 0,06 vs. 1,63 ± 0,11 m; p = 0,044) e limiar de percepção vibratória no maléolo medial (40,9 ± 13,0 vs. 30,6 ± 12,3 V; p = 0,040) mais elevados que o sem a úlcera. Os grupos não diferiram entre si quanto à média dos marcadores inflamatórios. A resposta do reflexo patelar foi também pior no grupo com úlcera (p = 0,047), no qual se observou maior proporção de indivíduos com o índice hálux-braquial alterado (p = 0,030) quando comparado ao sem úlcera. Conclui-se que a DAP está associada à presença de úlcera (atual ou pregressa) em membros inferiores de indivíduos diabéticos neuropatas. A pesquisa de alteração de fluxo de artérias digitais de membro inferior (no hálux) contribuiu para detectar tal associação. Associação de neuropatia ulcerada a marcadores inflamatórios não foi observada, não sendo possível excluí-la devido às limitações do tamanho da amostra. Estudos prospectivos deverão examinar a sensibilidade do índice hálux-braquial para identificar DAP em indivíduos diabéticos sob risco de ulceração.
Palavra-chave Peripheral neuropathy
Foot ulceration
Peripheral arterial disease
Halux-brachial index
Inflammatory markers
Neuropatia diabética periférica
Úlcera de pé
Doença arterial periférica
Índice hálux-braquial
Marcadores inflamatórios
Idioma Português
Data de publicação 2007-10-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, v. 51, n. 7, p. 1134-1142, 2007.
ISSN 0004-2730 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Extensão 1134-1142
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302007000700017
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27302007000700017 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3968

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27302007000700017.pdf
Tamanho: 180.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta