Tratamento da incontinência urinária de esforço recidivada com faixa de prolene por via transobturatória

Tratamento da incontinência urinária de esforço recidivada com faixa de prolene por via transobturatória

Título alternativo Recurrent stress urinary incontinence treated by TVT-O: One-year clinical, urodynamic and quality of life evaluation.
Autor Lautenschlager, Mariana de Almeida Camargo Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Sartori, Marair Gracio Ferreira Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Medicina (ginecologia) - São Paulo
Resumo Objetivo: Avaliar os resultados após um ano das cirurgias de faixa de prolene por via transobturatória - TVT-O - realizadas para o tratamento da incontinência urinária de esforço recidivada. Metodologia: Pacientes operadas pela técnica de TVT-O para o tratamento de incontinência urinária recidivada no Setor de Uroginecologia e Cirurgias Vaginais do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo entre dezembro de 2004 e março de 2006, realizaram, com um ano de pós-operatório, avaliação clínica, estudo urodinâmico, teste do absorvente e avaliação de qualidade de vida. Na avaliação subjetiva, classificou-se o grau de perda urinária aos esforços em relação ao pré-cirúrgico em: curadas, com melhora ou com falha da cirurgia e se comparou dados de qualidade de vida pré e póscirurgia. Objetivamente, foram comparados o teste do absorvente e o estudo urodinâmico pré e pós-TVT-O. As complicações cirúrgicas foram avaliadas no intra e pós-operatórios precoce e com um ano da cirurgia. Para todos os testes estatísticos o nível de significância de 5% foi adotado. Resultados: Após um ano da cirurgia, subjetivamente, 90% das pacientes referiam cura, 5% melhora e 5% falha cirúrgica com melhora significativa na qualidade de vida de 94,9% das pacientes. Pelo estudo urodinâmico, 92,5% estavam curadas, 2,5% com melhora e 5% apresentaram falha. O teste do absorvente apresentou cura equivalente a 89,75%, sendo positivo em 4 pacientes, duas destas com bexiga hiperativa. Houve diminuição de 65,7% da queixa de urgência. Dois casos de erosão da uretra pela faixa de polipropileno foram relatados. Conclusões: A cirurgia de TVT-O apresentou alta taxa de cura da IUE recidivada, com baixa morbidade.

Objectives: To evaluate the treatment of feminine recurrent stress urinary incontinence (SUI) with the inside-out transobturator tension-free tape (TVT-O) technique one-year-after the surgeries. Methods: TVT-O was performed on 43 patients that had recurrent SUI between December 2004 and March 2006, 40 of them had been were invited to participate of the study and were evaluated before and one-year-after the procedure by clinic exam, urodynamic test, 20 minutes PAD test and quality of life questionnaire. Exclusion criteria were neurological disease, post void residual greater than 100 ml. Results: The mean follow-up was 15.3 months (11.6-25.7). The mean age was 58 years old (43-78) and 31 patients (77.5%) were menopausal. Thirty-five patients (87.5%) had urge urinary incontinence symptoms associated to SUI and 5 of these (12.5%) had also detrusor overactivity in urodynamics. Ten patients (25%) had intrinsic sphincter deficiency (VLPP <60cmH2O) and 12 patients (30%) had genital prolapse, that required surgical corrections. Three patients (7.5%) had two previous antiincontinence procedures while 37 patients (92.5%) had one surgery before. Objective urodynamic SUI and Pad–test cure rates were 92.5% and 89.7% respectively. Subjective SUI cure was 90%. The King’s Health Questionnaire has shown great improvement in the quality of life in 92.3% of patients. Urge incontinence cure rate was 65.7%. The mean operative time was 23 minutes (10- 38). Intra-operative complications (5%) were one case (2.5%) of vaginal perforation and one case (2.5%) of bleeding. No case of bladder perforation, urethral injure, nerve lesion, haematoma, abscess or blood transfusion was noted. There were 8 cases (20%) of post operative obstruction, four patients (10%) had loosening of the tape, one patient (2.5%) had one side tape cut and one patient (2.5%) had the tape taken off due to urethral invasion. Besides the significantly decrease of urine leakage, no other urodynamic parameters had changed. Conclusion: The inside-out transobturator tape (TVT-O) surgery was effective and safe for treatment of recurrent stress urinary incontinence, improved the quality of life and resulted in few complications rate.
Palavra-chave Incontinência urinária de esforço
TVT-O
Estudo urodinâmico
Qualidade de vida
Recidiva
Recurrent stress urinary incontinence
TVT-O
Urodynamic test
Quality of life
Idioma Português
Data de publicação 2007
Publicado em LAUTENSCHLAGER, Mariana de Almeida Camargo. Tratamento da incontinência urinária de esforço recidivada com faixa de prolene por via transobturatória. 2007. 79 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2007.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 79 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/39429

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-39429.pdf
Tamanho: 1.127MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta