Modelo Experimental de Radiodermatite em Coelhos

Modelo Experimental de Radiodermatite em Coelhos

Título alternativo Experimental model of radiodermatitis in rabbits
Autor Meirelles, Rafael Panisi de Campos Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Ferreira, Lydia Masako Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Cirurgia translacional - São Paulo
Resumo Introdução: A tolerância cutânea à radiação é o principal fator limitante da radioterapia. A escassez de estudos experimentais é imensa, principalmente em animais de médio porte, como os coelhos. Objetivo: Descrever um modelo experimental de radiodermatite em coelhos Métodos: Neste estudo foram utilizados 24 coelhos da raça Nova Zelândia, machos, com 6 meses de idade, peso médio de 2,5 Kg. Os mesmos foram distribuídos em 4 grupos (n=6 para cada grupo), sendo um grupo controle (sem nenhuma intervenção) e os demais submetidos à radioterapia com sessão única de 10, 20 e 30 Gy, respectivamente. Foram realizadas análises fotográficas e histopatológicas das áreas irradiadas. Resultados: Os animais do grupo controle após 30 dias da epilação apresentaram crescimento dos fâneros regularmente. Os animais do grupo 20 Gy e 30 Gy apresentaram alopecia com duração de 60 dias e 90 dias, respectivamente. A partir do dia 30, a área irradiada dos animais do grupo 30 Gy apresentou grau 3 e 4 de radiodermatite, persistindo por 90 dias. A redução progressiva da contagem de anexos, vasos sanguíneos e um aumento da deposição de colágeno foi significante, quando comparado o o grupo controle com o grupo de 30 Gy. Conclusão: A dosagem de 30 Gy é a mais eficaz para este modelo experimental de radiodermatite.

Introduction: The cutaneous tolerance is a limiting factor for this oncologic treatment. The lack of experimental models is enormous, primarily for mid size animals, such as rabbits. Purpose: Describe an experimental model of cutaneous radiation injury in rabbits Methods: On this study 24 six-month-old New Zealand male rabbits, with an average weight of 2.5kg, were used. They were distributed in 4 groups (n=6 per group). The control group did not receive radiotherapy and the others received one radiotherapy session of 10, 20 and 30Gy, respectively. Photographic analysis and histopathological evaluation of the irradiated areas were carried out. Results: After 30 days, the animals from the control group had all their hair grown. In spite of that, the animals from group 20Gy had a 60-day alopecia and from group 30Gy, a 90-day alopecia. After the 30th day, the 30Gy group demonstrated 90-day cutaneous radiation injuries, graded 3 and 4. A progressive reduction of glands and blood vessels count and an increase on collagen deposition was significant, when the control group is compared to the group 30Gy. Conclusion: This study demonstrates the dosage 30Gy is the most effective for this experimental model of cutaneous radiation injury in rabbits.
Palavra-chave Lesões experimentais por radiação
Coelhos
Radiodermatite
Experimental
Modelos Animais
Radiation injuries
Rabbits
Radiodermatitis
Experimental
Animal Models
Idioma Português
Data de publicação 2015
Publicado em MEIRELLES, Rafael Panisi de Campos. Modelo Experimental de Radiodermatite em Coelhos. 2015. 73 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2015.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 73 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/39335

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-39335.pdf
Tamanho: 1.515MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta