Diretrizes para tratamento da sepse grave/choque séptico: abordagem do agente infeccioso - controle do foco infeccioso e tratamento antimicrobiano

Diretrizes para tratamento da sepse grave/choque séptico: abordagem do agente infeccioso - controle do foco infeccioso e tratamento antimicrobiano

Título alternativo Guidelines for the treatment of severe sepsis and septic shock: management of the infectious agent, source control and antimicrobial treatment
Autor Salomão, Reinaldo Autor UNIFESP Google Scholar
Diament, Decio Autor UNIFESP Google Scholar
Rigatto, Otelo Google Scholar
Silva, Brenda Nazaré Gomes da Autor UNIFESP Google Scholar
Silva, Eliezer Google Scholar
Carvalho, Noemia Barbosa Google Scholar
Machado, Flavia Ribeiro Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Sociedade Brasileira de Infectologia – SBI
Associação de Medicina Intensiva Brasileira – AMIB
Associação Médica Brasileira – AMB
Instituto Latino Americano de Sepse – ILAS
Resumo Sepsis is a common and lethal condition that carries a substantial financial burden. In addition, it is the main cause of death in intensive care units. Early diagnosis and treatment of patients has been clearly shown to improve prognosis. Therefore, early diagnosis of the infecting agent, control of the primary infection site and the use of appropriate antibiotic therapy are fundamental to improving outcomes. This guideline reviews the available evidence in the literature concerning infection control and therapy strategies.

A sepse tem alta incidência, alta letalidade e custos elevados, sendo a principal causa de mortalidade em unidades de terapia intensiva. Está claramente demonstrado que pacientes reconhecidos e tratados precocemente tem melhor prognóstico. Nesse sentido, a abordagem precoce do agente infeccioso, tanto no sentido do controle do foco infeccioso como da antibioticoterapia adequada são fundamentais para a boa evolução do paciente. A presente diretriz aborda as evidências disponíveis na literatura em relação às principais estratégias para controle e tratamento.
Assunto Diretrizes
Choque séptico
Idioma Português
Publicado em Revista Brasileira de Terapia Intensiva. Associação de Medicina Intensiva Brasileira - AMIB, v. 23, n. 2, p.145-157, 2011.
ISSN 0103-507X (Sherpa/Romeo)
Editor Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB)
Extensão 145-157
Fonte http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2011000200006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0103-507X2011000200006 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/39314

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0103-507X2011000200006-en.pdf
Tamanho: 215.2Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir
Nome: S0103-507X2011000200006-pt.pdf
Tamanho: 226.0Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)