Células-tronco mesenquimais derivadas do tecido adiposo autólogo associadas a hidroxiapatita na regeneração óssea guiada da calvária de coelhos

Células-tronco mesenquimais derivadas do tecido adiposo autólogo associadas a hidroxiapatita na regeneração óssea guiada da calvária de coelhos

Título alternativo Autologous adipose-derived mesenchymal stem-cells and hydroxyapatite in guided bone regeneration of rabbit calvaria
Autor Zimmermann, Allan Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Ferreira, Lydia Masako Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Cirurgia translacional - São Paulo
Resumo Introdução: Os biomateriais utilizados habitualmente em regeneração óssea não possuem potencial osteogênico e osteoindutivo, apesar de possuírem potencial osteocondutivo. Objetivo: Avaliar a associação entre células-tronco mesenquimais do tecido adiposo autólogo (CTM-TAA) e hidroxiapatita na regeneração óssea guiada da calvária de coelhos. Métodos: CTMTAA de seis animais foram associadas à hidroxiapatita e implantadas nas perdas ósseas pós-craniectomias de 12mm criadas bilateralmente na calvária de seis coelhos (grupo experimento - GE). No grupo controle (GC) o material de enxertia foi utilizado sem células. Em cada animal, uma das áreas de perda óssea foi coberta por uma membrana colágena. Após oito semanas os animais foram submetidos a óbito indolor induzido e a região das falhas ósseas avaliadas por histomorfometria. Resultados: O GE apresentou maior quantidade (p < 0,05) do tecido mineralizado vital e não vital (17,0% ± 5,3% e 25,9% ± 4,6%, respectivamente) comparado ao GC (9,8% ± 5,0% e 13,3% ± 2,3%, respectivamente). No GE nenhuma diferença foi observada entre os lados em que foram ou não utilizada as membranas colágenas (p > 0,05). Entretanto, uma diferença estatisticamente significante foi observada para GC (p < 0,05) relativamente à quantidade de tecido mineralizado vital no lado em que a membrana foi utilizadas. Conclusão: A associação entre CTM-TAA de coelhos e hidroxiapatita de origem bovina foi capaz de promover uma maior regeneração óssea da calvária de coelhos. O uso de membrana colágena de origem porcina não foi capaz de promover maior regeneração óssea do que o uso células-tronco associadas ao enxerto xenógeno.

Introduction: The biomaterials commonly used in bone regeneration lack osteoinductive and osteogenic potential despite these biomaterials possess osteoconductive potential. Objective: To evaluate the association of adult mesenchymal stem cells derived from adipose tissue (MSC-dAT) with xenogenic bone graft in bone regeneration in rabbit calvaria. Methods: MSCdAT from 12 animals were combined with hydroxyapatite and implanted in 12 mm bilateral bone defects created in the calvaria of six rabbits (experimental group - EG), whereas only hydroxyapatite was implanted in the defects created in another group of six animals (control group - CG). One of the grafted sides in each animal of both groups was covered by a collagen membrane. After eight weeks, the animals were sacrificed and the region of the bone defects was removed and evaluated by histomorphometry and immunohistochemistry. Results: Histomorphometrically, the EG showed higher amounts (p < 0.05) of vital and non-vital mineralized tissue (28.24% ± 6.17% and 27.79% ± 2.72%, respectively), compared to the CG (13.06% ± 5.24% and 13.52% ± 3.00%, respectively). In EG, no difference was observed (p > 0.05) in the amount of mineralized tissue between the side that was covered by the membrane versus the side without membrane coverage. On the other hand, a statistically significant difference (p < 0.05) was observed in the control group with regard to the amount of mineralized tissue between the sides with and without membrane coverage. Conclusions: These observations suggest that the association of MSC-dAT with a xenogenic bone graft was capable of promoting better bone regeneration compared to use of a xenograft alone. Use of a membrane did not produce an increase in the regenerative potential for the EG, in contrast to the CG.
Assunto Células-tronco adultas
Tecido adiposo
Regeneração óssea
Regeneração tecidual guiada
Coelhos
Durapatita
Idioma Português
Data 2015
Publicado em ZIMMERMANN, Allan. Células-tronco mesenquimais derivadas do tecido adiposo autólogo associadas a hidroxiapatita na regeneração óssea guiada da calvária de coelhos. 2015. 149 f. Tese (Doutorado em Ciências) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2015.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 149 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/39299

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Publico-39299.pdf
Tamanho: 1.273Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)