Relação entre grau de severidade de disfunção temporomandibular e a voz

Relação entre grau de severidade de disfunção temporomandibular e a voz

Título alternativo Relationship between the severity of temporomandibular disorder and voice
Autor Silva, Ana Maria Toniolo Da Autor UNIFESP Google Scholar
Morisso, Marcela Forgiarini Google Scholar
Cielo, Carla Aparecida Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal de Santa Maria Departamento de Fonoaudiologia Programa de Pós-Graduação em Distúrbios da Comunicação Humana
Universidade Federal de Santa Maria
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Resumo BACKGROUND: temporomandibular dysfunction is one of the most complex disorders of the body, capable of unchaining alterations in the mandibular movements which in turn can cause damage not only to speech articulation but also to the quality of voice. In the literature, the relationship between the symptomatology severity levels of this dysfunction and their influence on vocal production has been scarcely studied. Aim: to verify the relationship between the symptomatology severity levels of temporomandibular dysfunction and vocal production. METHOD: participants of this study were 24 females, with ages between 16 and 56 years, who were submitted to an anamnesis index questionnaire (Fonseca et al., 1994), to odontological and otolaryngological examinations and to a hearing evaluation. Later, the participants were submitted to a voice recording, using a digital recorder, for a perceptive-auditive analysis of voice parameters such as: vocal type, resonance, quality of emission, pitch and loudness and for the analysis of the acoustic parameters of the wide and narrow band spectrography and of the Multi Dimensional Voice Program (MDVP) - Key Elementrics Real Time software. RESULTS: considering the parameters of the perceptive-auditive evaluation, it was observed that only individuals with severe symptomatology presented a statistically significant decrease in loudness (p = 0.013). The hoarse vocal quality was the most frequent type among the participants, with severities classified as mild and severe, followed by the breathy type. In the wide band spectrography, there was a statistically significant difference for the anti-resonance increase (p = 0.013) in individuals with severe temporomandibular dysfunction. CONCLUSION: it was verified that the severity level causes a decrease in loudness, an increase of noise and alterations in voice resonance, interfering in the vocal quality of these individuals.

TEMA: a disfunção temporomandibular é uma das desordens mais complexas do organismo capaz de desencadear alterações nos movimentos mandibulares que provocam prejuízos tanto na articulação da fala como na qualidade da voz. Na literatura a relação entre o grau de severidade da sintomatologia desta disfunção e a influência desta na produção vocal tem sido pouco estudada. OBJETIVO: verificar a relação entre o grau de severidade de sintomatologia da disfunção temporomandibular com a produção vocal. MÉTODO: participaram deste estudo 24 sujeitos, do gênero feminino, com idade variando entre 16 e 56 anos que foram submetidos à aplicação do questionário de índice anamnésico Fonseca et al. (1994), a exame odontológico, exame otorrinolaringológico e avaliação audiológica. Posteriormente os 24 sujeitos da pesquisa foram submetidos à gravação da voz, em gravador digital para posterior análise perceptivo-auditiva dos parâmetros da voz como: tipo vocal, ressonância, qualidade da emissão, pitch e loudness, e para análise dos parâmetros acústicos da espectrografia de banda larga, banda estreita e dos parâmetros acústicos por meio do Multi Dimensional Voice Program (MDVP) da Key Elementrics Real Time. RESULTADOS: verificou-se que de todos os parâmetros da avaliação perceptivo-auditiva da voz o grau de sintomatologia severo apresentou significância estatística para diminuição da loudness (p = 0,013). A qualidade vocal rouca foi a que mais apareceu nos sujeitos com grau leve e severo, seguida pela soprosa. Na espectrografia de banda larga houve significância estatística para o aumento da anti-ressonância (p = 0,013) no grau severo de disfunção temporomandibular. CONCLUSÃO: verificou-se que o grau de severidade ocasiona diminuição da loudness, aumento de ruído e alteração na ressonância da voz interferindo na qualidade vocal desses sujeitos.
Palavra-chave Temporomandibular Joint
Roughness
Orofacial Pain
Spectrography
Articulação Temporomandibular
Rouquidão
Dor Orofacial
Espectrografia
Idioma Português
Data de publicação 2007-09-01
Publicado em Pró-Fono Revista de Atualização Científica. Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda., v. 19, n. 3, p. 279-288, 2007.
ISSN 0104-5687 (Sherpa/Romeo)
Publicador Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda.
Extensão 279-288
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-56872007000300006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0104-56872007000300006 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3913

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-56872007000300006.pdf
Tamanho: 115.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta