All-cause mortality among Japanese-Brazilians according to nutritional characteristics

All-cause mortality among Japanese-Brazilians according to nutritional characteristics

Título alternativo Mortalidade por todas as causas entre nipo-brasileiros de acordo com as características nutricionais
Autor Massimino, Flavia Cincotto Autor UNIFESP Google Scholar
Gimeno, Suely Godoy Agostinho Autor UNIFESP Google Scholar
Ferreira, Sandra Roberta Gouvea Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The aim of this study was to verify the association between nutritional variables and mortality in a Japanese-Brazilian cohort. In 1993, 647 subjects were interviewed with food frequency questionnaires and scheduled for physical procedures (weight, height, blood pressure) and biochemical tests (oral glucose tolerance test). Student's t test was used to compare the mean values of target variables between living and deceased subjects. Mortality rate and hazard ratios were obtained (crude and adjusted) according to the nutritional variables. Overall mortality rates were 21.4 and 11.7/1,000 person-years for males and females, respectively. Smoking, diabetes, sedentary lifestyle, hypertension, higher mean age, high blood pressure, high blood glucose, and higher percent weight gain and rate of weight gain were observed in the history of deceased subjects. After adjusting for control variables, an increase was observed in mortality among individuals with lower carbohydrate and cholesterol intake. The results suggest that mortality risk factors like age, chronic diseases, sedentary lifestyle, smoking, and inadequate diet must also be acting in the Japanese-Brazilian population.

O objetivo do estudo foi verificar a existência de associações entre variáveis nutricionais e a mortalidade em uma coorte de nipo-brasileiros. Em 1993, 647 indivíduos foram entrevistados (questionário de freqüên- cia alimentar), submetidos ao exame físico (peso, altura, pressão arterial) e a exames bioquímicos (teste de tolerância oral à glicose). O teste t de Student foi utilizado para comparar valores médios das variáveis de interesse entre vivos e mortos. Obtiveram-se as taxas de mortalidade e razões entre esses coeficientes (brutas e ajustadas) segundo variáveis nutricionais. Observou-se taxa de mortalidade geral de 21,4 e 11,7/mil pessoas-ano para homens e mulheres, respectivamente. Entre os indivíduos que morreram, encontrou-se maior porcentagem de sujeitos diabéticos, sedentários e hipertensos. Após ajuste às variáveis de controle, observou-se maior mortalidade entre os com menor consumo de glícides e colesterol. Conclui-se que os fatores de risco clássicos para mortalidade, como idade, doenças crônicas, sedentarismo, tabagismo e dieta, devem estar atuantes também na população nipo-brasileira.
Palavra-chave Food Habits
Nutritional Status
Mortality
Transients and Migrants
Risk Factors
Hábitos Alimentares
Estado Nutricional
Mortalidade
Migrantes
Fatores de Risco
Idioma Inglês
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2007-09-01
Publicado em Cadernos de Saúde Pública. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz, v. 23, n. 9, p. 2145-2156, 2007.
ISSN 0102-311X (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Extensão 2145-2156
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2007000900022
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000259210400016
SciELO S0102-311X2007000900022 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3900

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-311X2007000900022.pdf
Tamanho: 113.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta