Triagem e intervenção breve em pacientes alcoolizados atendidos na emergência: perspectivas e desafios

Triagem e intervenção breve em pacientes alcoolizados atendidos na emergência: perspectivas e desafios

Título alternativo Screening and brief intervention for alcoholic patients treated at emergency rooms: prospects and challenges
Autor Segatto, Maria Luiza Google Scholar
Pinsky, Ilana Autor UNIFESP Google Scholar
Laranjeira, Ronaldo Autor UNIFESP Google Scholar
Rezende, Fabiana Faria Google Scholar
Vilela, Thaís Dos Reis Google Scholar
Instituição Universidade Federal de Uberlândia Programa de Atenção à Pessoa com Dependência Química
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The purpose of this article was to present the general principles, concepts, and main elements of brief intervention, with a literature review on its use for alcoholic patients treated at emergency rooms. It also presents the applicability of screening as a first step to the brief intervention process and the use of validated standard instruments that allow useful information for consistent feedback. Finally, it highlights the challenges associated with screening in emergency rooms due to insufficient time, inadequate professional training, fear of annoying the patient, and common beliefs that alcoholics do not respond to such interventions. Meanwhile, it emphasizes the relevancy of brief emergency intervention, which is both feasible and efficient, and the need for research to define the relevant adjustments by professionals and the health care system.

Este artigo tem como objetivo apresentar os princípios gerais, conceitos e principais elementos da intervenção breve, com uma revisão da literatura sobre sua aplicação em pacientes alcoolizados atendidos na emergência. Aborda a aplicabilidade da triagem como primeiro passo para o processo da intervenção breve e a utilização de instrumentos padronizados e validados que proporcionam informações úteis para um feedback consistente. Finalmente, destaca os desafios associados com a triagem nas salas de emergência como falta de tempo, formação inadequada dos profissionais, medo de incomodar o paciente e crença de que os alcoolistas não respondem às intervenções. Enfatiza-se, contudo, a importância da Intervenção Breve na emergência, que é viável e eficaz e a necessidade de pesquisas para determinar os ajustamentos dos profissionais e dos serviços de saúde.
Palavra-chave Alcoholism
Triage
Emergency Medical Services
Counseling
Alcoolismo
Triagem
Serviços Médicos de Emergência
Aconselhamento
Idioma Português
Data de publicação 2007-08-01
Publicado em Cadernos de Saúde Pública. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz, v. 23, n. 8, p. 1753-1762, 2007.
ISSN 0102-311X (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Extensão 1753-1762
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2007000800002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000253806000002
SciELO S0102-311X2007000800002 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3862

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-311X2007000800002.pdf
Tamanho: 120.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta