Estado nutricional, ferro, cobre e zinco em escolares de favelas da cidade de São Paulo

Estado nutricional, ferro, cobre e zinco em escolares de favelas da cidade de São Paulo

Título alternativo Nutritional status, iron, copper, and zinc in school children of shantytowns of São Paulo
Autor Santos, Elisabete B. Autor UNIFESP Google Scholar
Amancio, Olga Maria Silverio Autor UNIFESP Google Scholar
Oliva, Carlos A.g. Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To assess the anthropometry, body composition and iron, copper and zinc nutritional status, according to gender, of institutionalized children and adolescents living in two shantytowns in the city of São Paulo. METHODS: A cross sectional study using weight, height, arm circumference, skinfolds, electrical bioimpedance, Z scores for the relationships: height to age, body mass index, middle-upper arm circumference, muscle area of the arm and fat area of the arm was carried out; the body fat and lean mass percentages were analyzed according to the formulas proposed by Siri and Slaughter. Hemoglobin, hematocrit, serum iron ferritin, copper and zinc were determined. RESULTS: Body weight, middle-upper arm circumference, triceps and subescapular skinfolds, electric resistance, Z scores of the arm area, muscle area of the arm, and body fat percentage of girls were higher in relation to boys. Low stature was found in 8% of the girls and in 5.6% of the boys, without differences according to gender. There was a lower prevalence of malnutrition (2% of the girls and 5.6% of the boys), than of overweight and obesity (30% and 11.2%, respectively). Anemia was observed in 24.4% and iron deficiency in 10.5% of the schoolchildren with or without anemia. Values were below the lower limit of the reference standard for serum copper and zinc, respectively, for 3 and 7 individuals. CONCLUSION: In the studied population, institutionalized and of low social economic level, a process of nutritional transition and high prevalence of anemia takes place which does not result from an interaction of iron, copper and zinc.

OBJETIVO: Avaliar a antropometria, a composição corporal e o estado nutricional em ferro, cobre e zinco segundo o gênero, de crianças e adolescentes institucionalizados, moradores de duas favelas da cidade de São Paulo. MÉTODOS: Estudo transversal utilizando medidas de peso, estatura, circunferência braquial, dobras cutâneas, bioimpedância elétrica, os escores Z da relação estatura para idade, índice de massa corporal, área do braço, área muscular do braço e área de gordura do braço. Os percentuais de gordura corporal e massa magra foram analisados segundo fórmulas de Siri e Slaughter. Foram determinados hemoglobina, hematócrito, ferro, ferritina, cobre e zinco séricos. RESULTADOS: Foram maiores o peso corporal, circunferência do braço, dobras cutâneas do tríceps e subescapular, resistência elétrica, escores Z da área do braço, área muscular do braço e percentual de gordura corporal no sexo feminino em relação ao masculino. Baixa estatura foi encontrada em 8% das meninas e 5,6% dos meninos, sem diferença quanto ao gênero. Houve menor prevalência de desnutrição (2% das meninas e 5,6% nos meninos), do que de sobrepeso e obesidade (30% e 11,2%, respectivamente). Observou-se anemia em 24,4% e ferropenia em 10,5% dos escolares com ou sem anemia. Apresentaram valores abaixo do limite inferior do padrão de referência para cobre e zinco séricos, respectivamente três e sete indivíduos. CONCLUSÃO: Na população estudada, de baixo nível econômico e institucionalizada, ocorre o processo de transição nutricional e alta prevalência de anemia que não resulta da interação ferro, cobre e zinco.
Palavra-chave Nutritional status
Body composition
Iron
Copper
Zinc
Estado nutricional
Composição corporal
Ferro
Cobre
Zinco
Idioma Português
Data de publicação 2007-08-01
Publicado em Revista da Associação Médica Brasileira. Associação Médica Brasileira, v. 53, n. 4, p. 323-328, 2007.
ISSN 0104-4230 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Médica Brasileira
Extensão 323-328
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302007000400017
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000254538700016
SciELO S0104-42302007000400017 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3859

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-42302007000400017.pdf
Tamanho: 92.69KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta