Prospective study on the effects of a polypropylene prosthesis on testicular volume and arterial flow in patients undergoing surgical correction for inguinal hernia

Prospective study on the effects of a polypropylene prosthesis on testicular volume and arterial flow in patients undergoing surgical correction for inguinal hernia

Título alternativo Estudo prospectivo dos efeitos da prótese de polipropileno sobre o volume e o fluxo arterial testicular em pacientes submetidos à correção cirúrgica de hérnia inguinal
Autor Lima Neto, Edgar Valente de Google Scholar
Goldenberg, Alberto Autor UNIFESP Google Scholar
Jucá, Mário Jorge Google Scholar
Instituição University of Health Sciences of Alagoas
Federal University of Alagoas
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To evaluate testicular volume and arterial flow in patients undergoing surgical correction for inguinal hernia, with polypropylene prosthesis. METHODS: This was an observational prospective clinical study on 39 male patients with unilateral inguinal hernia of types III A and III B according to the Nyhus classification who underwent surgical correction with implantation of a polypropylene prosthesis by means of the Lichtenstein technique. The patients were evaluated using Doppler ultrasound before the operation and selectively at the third and sixth months after the operation. The variables studied were testicular volume, systolic and diastolic velocity, resistance index and pulsatility index. RESULTS: No statistically significant alterations in the variables studied were observed over the course of time: testicular volume (p= 0.197); systolic velocity (p= 0.257); diastolic velocity (p= 0.554); resistance index (p= 0.998); and pulsatility index (p= 0.582). CONCLUSION: No alteration in testicular volume and arterial flow over a six-month period was observed among patients who underwent surgical correction for inguinal hernia using a polypropylene prothesis.

OBJETIVO: Avaliar o volume testicular e o fluxo na artéria testicular em pacientes operados de inguinal com prótese de polipropileno. MÉTODOS: Estudo clínico prospectivo observacional em 39 pacientes do sexo masculino portadores de hérnia inguinal tipo III A e III B na classificação de Nyhus os quais foram submetidos a hernioplastia inguinal com implantação de prótese de polipropileno com a técnica de Lichtenstein. Os pacientes foram avaliados com ultra-sonografia Doppler no pré-operatório; no 3º mês e no 6º mês de pós-operatório. As variáveis estudadas foram: volume testicular; velocidade sistólica e diastólica, o índice de resistividade e o índice de pulsatilidade. RESULTADOS: Não se observou alterações estatisticamente significantes nas variáveis ao longo do tempo: volume testicular (p=0,197); velocidade sistólica (p=0,257); velocidade diastólica (p=0,554); índice de resistividade (p=0,998); índice de pulsatilidade (p=0,582). CONCLUSÃO: Não se observou alteração no volume testicular e no fluxo sanguíneo da artéria testicular após seis meses nos pacientes submetidos à correção cirúrgica de hérnia inguinal com prótese de polipropileno..
Palavra-chave Testis
Surgical Mesh
Hernia, Inguinal
Testículo
Telas Cirúrgicas
Hérnia Inguinal
Idioma Inglês
Data de publicação 2007-08-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 22, n. 4, p. 266-271, 2007.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Extensão 266-271
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502007000400007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000258573200007
SciELO S0102-86502007000400007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3842

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-86502007000400007.pdf
Tamanho: 88.08KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta