Validação do índice da função sexual feminina em grávidas brasileiras

Validação do índice da função sexual feminina em grávidas brasileiras

Título alternativo Validation of the Female Sexual Function Index in Brazilian pregnant women
Autor Leite, Alessandra Plácido Lima Autor UNIFESP Google Scholar
Moura, Eliane de Albuquerque Autor UNIFESP Google Scholar
Campos, Ana Aurélia Salles Autor UNIFESP Google Scholar
Mattar, Rosiane Autor UNIFESP Google Scholar
Souza, Eduardo de Autor UNIFESP Google Scholar
Camano, Luiz Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas Faculdade de Medicina Departamento de Saúde da Mulher
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: to translate and to validate the Female Sexual Function Index (FSFI) for Brazilian pregnant women. METHODS: ninety-two pregnant women attended at a low risk prenatal clinic, with diagnosis of the pregnancy confirmed by precocious ultrasonography, participated in the research. Initially, we translated the FSFI questionnaire for Portuguese language (of Brazil) in agreement with the international criteria. Cultural, conceptual and semantics adaptations of FSFI were accomplished, because of the differences of the language, so that the pregnant women understood the subjects. All the patients answered FSFI twice, in the same day, with two different interviewers, with an hour interval from one to other interview. After 7 to 14 days, the questionnaire was applied again in a second interview. Reliability (internal intra and interobserver consistence) and the validity of the constructo (to demonstrate that questionnaire measures the sexual function) were appraised. RESULTS: Cultural adaptations were necessary for us to obtain the final version. The internal intra-observer (alpha of Chronbach) consistence of the several domains oscillated from moderate to strong (0,791 to 0,911) and the interobserver consistence varied from 0,791 to 0,914. In the validation of the constructo, were obtained moderate correlations to fort among the final scores (general) of FSFI and of Female Sexual Quotient (QS-F) that has the capacity to evaluate the feminine sexual function. CONCLUSIONS: FSFI was adapted to the Portuguese language and to the Brazilian culture, presenting significant reliability and validity; it could be included and used in future studies of the Brazilian pregnant sexual function.

OBJETIVO: traduzir e validar o Female Sexual Function Index (FSFI) para grávidas brasileiras. MÉTODOS: participaram da pesquisa 92 gestantes assistidas em ambulatório de pré-natal de baixo risco, com diagnóstico da gravidez confirmado por ultra-sonografia precoce. Inicialmente, traduzimos o questionário FSFI para a língua portuguesa (do Brasil), de acordo com os critérios internacionais. Foram realizadas adaptações culturais, conceituais e semânticas do FSFI, em função das diferenças da língua, para que as gestantes compreendessem as questões. Todas as pacientes responderam duas vezes ao FSFI, no mesmo dia, com dois entrevistadores diferentes, com intervalo de uma hora de uma entrevista para a outra. Em seguida, 7 a 14 dias depois, o questionário foi novamente aplicado numa segunda entrevista. Foram avaliadas a confiabilidade (consistência interna intra e interobservador) e a validade do construto (para demonstrar que o questionário avalia a função sexual). RESULTADOS: adaptações culturais foram necessárias para obtermos a versão final. A consistência interna intra-observador (alfa de Chronbach) dos diversos domínios oscilou de moderada a forte (0,791 a 0,911) e a consistência interobservador variou de 0,791 a 0,914. Na validação do construto, foram obtidas correlações de moderada a forte entre os escores finais (gerais) do FSFI e do Quociente Sexual Feminino (QS-F), que tem a capacidade de avaliar a função sexual feminina. CONCLUSÕES: o FSFI foi adaptado à língua portuguesa e à cultura brasileira, apresentando significante confiabilidade e validade, podendo ser incluído e utilizado em futuros estudos da função sexual de grávidas brasileiras.
Palavra-chave Pregnancy
Pregnant women
Sexual dysfunctions, psychological
diagnosis
Questionnaires
Reproducibility of results
Women s health
Gravidez
Gestantes
Disfunções sexuais psicogênicas/diagnóstico
Questionários
Reprodutibilidade dos testes
Saúde da mulher
Idioma Português
Data de publicação 2007-08-01
Publicado em Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia, v. 29, n. 8, p. 396-401, 2007.
ISSN 0100-7203 (Sherpa/Romeo)
Publicador Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Extensão 396-401
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032007000800003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-72032007000800003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3841

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-72032007000800003.pdf
Tamanho: 174.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta