Manobra de Epley repetida em uma mesma sessão na vertigem posicional paroxística benigna

Manobra de Epley repetida em uma mesma sessão na vertigem posicional paroxística benigna

Título alternativo Epley s maneuver in the same session in benign positional paroxysmal vertigo
Autor Korn, Gustavo Polacow Autor UNIFESP Google Scholar
Dorigueto, Ricardo Schaffeln Autor UNIFESP Google Scholar
Ganança, Mauricio Malavasi Autor UNIFESP Google Scholar
Caovilla, Heloisa Helena Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo AIM: To assess whether more than one Epley s maneuver in the same session, compared to a single one, decreases the number of sessions necessary to suppress positional nystagmus. METHOS: Epley s maneuver was done in 123 patients with BPPV due to unilateral posterior semicircular canal canalolithiasis. The number of sessions for positional nystagmus suppression was compared in two groups of patients. Group I consisted of 75 patients submitted to a single Epley s maneuver on weekly sessions and group II consisted of 48 patients that were submitted to four Epley s maneuvers during the first session. RESULTS: Group II showed greater nystagmus latency and duration than group I (p<0.05). The number of sessions and standard deviation showed by group I was greater than in group II (p=0.008). We observed a significant association between number of sessions and group (p=0.039) studied. Group II had 21.4% more nystagmus-free patients following only one session (CI95% [7.7% - 35.1%]). CONCLUSION: Repeated Epley s maneuvers in less sessions rendered more positional nystagmus-free patients when compared to those submitted to more sessions of single maneuvers.

OBJETIVO: Avaliar se a repetição de manobras de Epley em uma mesma sessão resulta em um menor número de sessões para abolir o nistagmo de posicionamento do que uma única manobra por sessão. MÉTODO: A manobra de Epley foi realizada em 123 pacientes com VPPB unilateral por ductolitíase do canal posterior. O grupo I foi composto por 75 pacientes submetidos a uma única manobra de Epley por sessão semanal e o grupo II foi constituído por 48 pacientes submetidos a quatro manobras na primeira sessão. RESULTADOS: O grupo II apresentou latência e duração do nistagmo maiores do que o grupo I (p<0,05). A média e o desvio-padrão do número de sessões apresentados pelo grupo I foram maiores do que no grupo II (p=0,008). Observou-se associação significante entre a distribuição do número de sessões e o grupo (p=0,039). O grupo II apresentou 21,4% a mais de pacientes que necessitaram apenas de uma sessão (IC 95% [7,7% - 35,1%]). CONCLUSÃO: A repetição de manobras de Epley em uma mesma sessão resulta em um menor número de sessões para abolir o nistagmo de posicionamento do que uma única manobra por sessão.
Palavra-chave labyrinth
physiologic nystagmus
semicircular canals
vertigo
canais semicirculares
labirinto
nistagmo posicional
vertigem
Idioma Português
Data de publicação 2007-08-01
Publicado em Revista Brasileira de Otorrinolaringologia. ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, v. 73, n. 4, p. 533-539, 2007.
ISSN 0034-7299 (Sherpa/Romeo)
Publicador ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Extensão 533-539
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992007000400013
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-72992007000400013 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3838

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0034-72992007000400013.pdf
Tamanho: 305.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta