Capacidade inspiratória, limitação ao exercício, e preditores de gravidade e prognóstico, em doença pulmonar obstrutiva crônica

Capacidade inspiratória, limitação ao exercício, e preditores de gravidade e prognóstico, em doença pulmonar obstrutiva crônica

Título alternativo Inspiratory capacity, exercise limitation, markers of severity, and prognostic factors in chronic obstructive pulmonary disease
Autor Freitas, Clarice Guimarães de Google Scholar
Pereira, Carlos Alberto de Castro Autor UNIFESP Google Scholar
Viegas, Carlos Alberto de Assis Google Scholar
Instituição Universidade de Brasília
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de Brasília Faculdade de Medicina
Resumo OBJECTIVE: To correlate the postbronchodilator (post-BD) inspiratory capacity (IC), % of predicted, with other markers of severity and prognostic factors in chronic obstructive pulmonary disease (COPD). METHODS: Eighty stable patients with COPD performed forced vital capacity and slow vital capacity maneuvers, as well as the 6-min walk test, prior to and after receiving albuterol spray (400 µg). Patients were divided into four groups, based on post-BD forced expiratory volume in one second. Several variables were tested to establish correlations with the post-BD distance walked, using univariate and multivariate analysis. Post-BD IC was found to correlated with Global Initiative for Chronic Obstructive Lung Disease (GOLD) staging and with the Body mass index, airway Obstruction, Dyspnea, and Exercise capacity (BODE) index. RESULTS: Multivariate regression analysis revealed that the distance walked, % predicted, correlated significantly with the IC post-BD, % predicted (p = 0.001), long-term oxygen use (p = 0.014), and number of medications used in the treatment (p = 0.044). IC < 70% was observed in 56% patients in GOLD stages 3 or 4 vs. 20% in GOLD 1 or 2 (p < 0.001). IC < 70% was observed in (60%) patients with BODE score 3 or 4 vs. (33%) BODE score 1 or 2 (p = 0.02). CONCLUSION: Post-BD IC% predicted is the best functional predictor of distance walked and is significantly associated with GOLD staging and BODE index. Therefore, We propose that the inspiratory capacity should be added to the routine evaluation of the COPD patients.

OBJETIVO: Correlacionar a capacidade inspiratória (CI), % do previsto, pós-broncodilatador (pós-BD), com outras variáveis indicativas de gravidade e prognóstico, na doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). MÉTODOS: Oitenta pacientes estáveis com DPOC realizaram manobras de capacidade vital forçada, capacidade vital lenta, e teste de caminhada de 6 min, antes e após salbutamol spray (400 µg). Foram divididos em quatro grupos, segundo o volume expiratório forçado no primeiro segundo pós-BD. Diversas variáveis foram testadas, por análise univariada e multivariada, com a distância caminhada pós-BD, % do previsto. A CI pós-BD foi correlacionada com o estadiamento Global Initiative for Chronic Obstructive Lung Disease (GOLD) e o índice Body mass index, airway Obstruction, Dyspnea, and Exercise capacity (BODE). RESULTADOS: Por análise de regressão multivariada, a CI pós BD, % do previsto, (p = 0,001), o uso de oxigênio a longo prazo (p = 0,014), e o número de medicamentos usados (p = 0,044), mantiveram associação significativa com a distância caminhada, % do previsto. A CI < 70% foi observada em 56% dos pacientes em estágios GOLD 3 ou 4 comparado a 20% em estágios GOLD 1 ou 2 ( p < 0,001). A CI < 70% foi observada em 60% dos pacientes com escore BODE 3 ou 4 vs. 33% com BODE 1 ou 2 (p = 0,02). CONCLUSÃO: A CI, % do previsto, pós-BD é o melhor preditor funcional da distância caminhada, associando-se significativamente com o escore GOLD e o índice BODE. Por isso, propomos que a CI seja incluída na rotina de avaliação dos portadores de DPOC.
Palavra-chave Pulmonary disease
Walking
Respiratory function tests
Inspiratory capacity
Doença pulmonar obstrutiva crônica
Caminhada
Testes de função pulmonar
Capacidade inspiratória
Idioma Português
Data de publicação 2007-08-01
Publicado em Jornal Brasileiro de Pneumologia. Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, v. 33, n. 4, p. 389-396, 2007.
ISSN 1806-3713 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
Extensão 389-396
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132007000400007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1806-37132007000400007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3825

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1806-37132007000400007.pdf
Tamanho: 287.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta