Estudo da relação entre a respiração oral e o tipo facial

Estudo da relação entre a respiração oral e o tipo facial

Título alternativo A study on the relationship between mouth breathing and facial morphological pattern
Autor Bianchini, Ana Paula Google Scholar
Guedes, Zelita Caldeira Ferreira Autor UNIFESP Google Scholar
Vieira, Marilena Manno Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Breathing is responsible for facial and cranial morphology development. AIM: investigate in order to see if there is any relationship between oral breathing and facial type. MATERIAL AND METHODS: 119 male and female teenagers, with ages ranging between 15 and 18 years. The sample was separated in two groups: A-50 teenage oral breathers, 28 males and 22 females; and group B- 69 teenage nasal breathers, 37 males and 32 females. The sample was collected at the Centro de Atendimento e Apoio ao Adolescente do Departamento de Pediatria da UNIFESP/ EPM. We evaluated breathing and facial measures. RESULTS: by means of anthropometric indexes we classified facial types and associated them with the person s breathing type, Hypereuriprosopic (Total=0; oral breathers 0%; nasal breathers 0%; Euriprosopic (Total=14; oral breathers 2.52%, nasal breathers 9.24%;Mesoprosope (Total=20; oral breathers 19.32%; nasal breathers 21.01%, Leptoprosopic (Total=37; oral breathers 14.29%; nasal breathers 16.81%; Hyperleptoprosopic (Total =48; oral breathers 5.89% nasal breathers 10.92%). The mesoprosopic facial type was found in 48 teenagers (40.33%) of whom 25 (21.01%) were oral breathers and 23 (19.32%) were nasal breathers. Conclusion: it was not possible to prove the existence of an association between oral breathing and facial type.

A respiração é responsável pelo desenvolvimento da morfologia crânio facial. OBJETIVO: verificar a existência de relação entre respiração oral e tipo facial. MATERIAL E MÉTODO: 119 adolescentes dos sexos masculino e feminino, com idade entre 15 e 18 anos. A amostra foi separada em dois grupos: A-50 adolescentes respiradores orais sendo 28 do sexo masculino e 22 feminino e o grupo B- 69 adolescentes respiradores nasais sendo 37 do sexo masculino e 32 feminino. A amostra foi coletada no Centro de Atendimento e Apoio ao Adolescente do Departamento de Pediatria da UNIFESP/ EPM. Foram realizadas avaliação da respiração e das medidas faciais. RESULTADOS: através do emprego de índices antropométricos foram classificados os tipos faciais e relacionados com o modo respiratório, Hipereuriprósopo (Total=0; respiradores orais 0%; respiradores nasais 0%; Euriprósopo (Total=14; respiradores orais 2.52%, respiradores nasais 9.24%;Mesoprósopo (Total=20; respiradores orais 19.32%; respiradores nasais 21.01%, Leptoprósopo (Total=37; respiradores orais 14.29%; respiradores nasais 16.81%; Hiperleptoprósopo (Total =48; respiradores orais 5.89% respiradores nasais 10.92%). O tipo facial mesoprósopo foi encontrado em 48 adolescentes (40.33%) dos quais 25 (21.01%) eram respiradores orais e 23 (19.32%) eram respiradores nasais. CONCLUSÃO: não foi possível comprovar existência de uma relação entre a respiração oral e o tipo facial.
Palavra-chave mouth breathing
face
anthropometry
respiração bucal
face
antropometria
Idioma Português
Data de publicação 2007-08-01
Publicado em Revista Brasileira de Otorrinolaringologia. ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, v. 73, n. 4, p. 500-505, 2007.
ISSN 0034-7299 (Sherpa/Romeo)
Publicador ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Extensão 500-505
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992007000400008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-72992007000400008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3812

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0034-72992007000400008.pdf
Tamanho: 119.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta