Emprego da ultra-sonografia cervical no seguimento de pacientes com carcinoma diferenciado de tireóide

Emprego da ultra-sonografia cervical no seguimento de pacientes com carcinoma diferenciado de tireóide

Título alternativo Usefulness of neck ultrasonography in the follow-up of patients with differentiated thyroid cancer
Autor Rosário, Pedro W. Google Scholar
Tavares Júnior, Wilson C. Google Scholar
Biscolla, Rosa Paula M. Autor UNIFESP Google Scholar
Purisch, Saulo Google Scholar
Maciel, Rui Monteiro de Barros Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Santa Casa de Belo Horizonte Serviço de Endocrinologia
Instituto Alpha de Gastroenterologia
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Neck ultrasonography (US) is recommended for the assessment of all patients with thyroid carcinoma after initial therapy, since even low-risk patients with undetectable stimulated thyroglobulin (Tg) may present cervical metastases. In the case of these metastases, US is the most sensitive method and is superior to whole-body 131I scanning. Cervical lymph nodes with a diameter > 5 mm presenting thin calcifications and/or cystic degeneration have almost always a malignant etiology. In the absence of these characteristics, a round shape and the absence of an echogenic hilum are suspicious findings, whereas elongated lymph nodes with a visible echogenic hilum are considered benign. Doppler flow analysis helps with the differential diagnosis, usually revealing peripheral or mixed hypervascularization in malignant cases. In the presence of suspicious lymph nodes upon US, fine-needle aspiration cytology and measurement of Tg in the needle lavage fluid are useful and complementary exams for the definition of the etiology, with the combination of the two methods showing elevated sensitivity and 100% specificity. US is also useful before thyroidectomy, even contributing in some cases to modify the surgical planning, and before ablation for the measurement of thyroid remnants and detection of persistent lymph node metastases. Another application of this imaging method is to guide the injection of ethanol (sclerotherapy) or the introduction of electrodes for radiofrequency ablation in selected cases of isolated lymph node metastases as an alternative to traditional therapies.

A ultra-sonografia (US) cervical é recomendada na avaliação de todos pacientes com carcinoma de tireóide após a terapia inicial, pois mesmo indivíduos de baixo risco com tireoglobulina (Tg) estimulada indetectável podem apresentar metástases cervicais. Para estas metástases, a US é o método mais sensível, superior à pesquisa de corpo inteiro (PCI) com 131I. Linfonodos cervicais com diâmetro > 5 mm com calcificações finas e/ou degeneração cística quase sempre são de etiologia maligna. Na ausência destas características, o formato arredondado e a ausência do hilo ecogênico são achados suspeitos, enquanto linfonodos alongados e com hilo ecogênico visível são considerados benignos. A avaliação do fluxo, através do doppler, auxilia no diagnóstico diferencial, usualmente revelando hipervascularização periférica ou mista nos casos malignos. Na presença de linfonodos suspeitos na US, a avaliação citológica do material obtido através da punção aspirativa por agulha fina (PAAF) e a dosagem da Tg, obtida do lavado da agulha, são testes úteis e complementares para definir a etiologia, com elevada sensibilidade quando combinados e especificidade de 100%. A US também é útil antes da tiroidectomia, auxiliando e até, em alguns casos, modificando o planejamento cirúrgico; e antes da ablação, para mensuração dos remanescentes tireoidianos e pesquisa de metástases linfonodais persistentes. Outra aplicação desse método de imagem é guiar a injeção de etanol (escleroterapia) ou a introdução de eletrodos para ablação com radiofreqüência em casos selecionados de metástases linfonodais isoladas, como alternativa às terapias convencionais.
Palavra-chave Lymph nodes
Ultrasonography
Thyroid carcinoma
Aspiration cytology
Thyroglobulin
Linfonodos
Ultra-sonografia
Carcinoma de tireóide
Citologia aspirativa
Tireoglobulina
Idioma Português
Data de publicação 2007-06-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, v. 51, n. 4, p. 593-600, 2007.
ISSN 0004-2730 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Extensão 593-600
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302007000400014
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27302007000400014 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3759

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27302007000400014.pdf
Tamanho: 132.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta