Effects of prolonged running performed at the intensity corresponding to the onset of blood lactate accumulation, on maximum isokinetic strength in active non-athletic individuals

Effects of prolonged running performed at the intensity corresponding to the onset of blood lactate accumulation, on maximum isokinetic strength in active non-athletic individuals

Título alternativo Efeitos da corrida prolongada realizada na intensidade correspondente ao início do acúmulo do lactato no sangue na força máxima isocinética em indivíduos ativos não atletas
Autor Denadai, Benedito Sérgio Google Scholar
Greco, Camila Coelho Google Scholar
Tufik, Sergio Autor UNIFESP Google Scholar
Mello, Marco Tulio de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: The objective of this study was to analyze the effects of prolonged continuous running performed at the intensity corresponding to the onset of blood lactate accumulation (OBLA), on the peak torque of the knee extensors, analyzed in relation to different types of contraction and movement velocities in active individuals. METHOD: Eight men (23.4 ± 2.1 years; 75.8 ± 8.7 kg; 171.1 ± 4.5 cm) participated in this study. First, the subjects performed an incremental test until volitional exhaustion to determine the velocity corresponding to OBLA. Then, the subjects returned to the laboratory on two occasions, separated by at least seven days, to perform five maximal isokinetic contractions of the knee extensors at two angular velocities (60 and 180º.s-1) under eccentric and concentric conditions. Eccentric peak torque (EPT) and Concentric peak torque (CPT) were measured at each velocity. One session was performed after a standardized warm-up period (5 min at 50% VO2max). The other session was performed after continuous running at OBLA until volitional exhaustion. These sessions were conducted in random order. RESULTS: There was a significant reduction in CPT only at 60º.s-1 (259.0 ± 46.4 and 244.0 ± 41.4 N.m). However, the reduction in EPT was significant at 60º.s-1 (337.3 ± 43.2 and 321.7 ± 60.0 N.m) and 180º.s-1 (346.1 ± 38.0 and 319.7 ± 43.6 N.m). The relative strength losses after the running exercise were significant different between contraction types only at 180º.s-1. CONCLUSION: We can conclude that, in active individuals, the reduction in peak torque after prolonged continuous running at OBLA may be dependent on the type of contraction and angular velocity.

OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi analisar os efeitos da corrida contínua prolongada realizada na intensidade correspondente ao início do acúmulo do lactato no sangue (OBLA) sobre o torque máximo dos extensores do joelho analisado em diferentes tipos de contração e velocidade de movimento em indivíduos ativos. MÉTODO: Oito indivíduos do gênero masculino (23,4 ± 2,1 anos; 75,8 ± 8,7 kg; 171,1 ± 4,5 cm) participaram deste estudo. Primeiramente, os sujeitos realizaram um teste incremental até a exaustão voluntária para determinar a velocidade correspondente ao OBLA. Posteriormente, os sujeitos retornaram ao laboratório em duas ocasiões, separadas por pelo menos sete dias, para realizar 5 contrações isocinéticas máximas para os extensores do joelho em duas velocidades angulares (60 e 180º.s-1) sob as condições excêntrica (PTE) e concêntrica (PTC). Uma sessão foi realizada após um período de aquecimento padronizado (5 min a 50%VO2max). A outra sessão foi realizada após uma corrida contínua no OBLA até a exaustão voluntária. Essas sessões foram executadas em ordem randômica. RESULTADOS: Houve redução significante do PTC somente a 60º.s-1 (259,0 ± 46,4 e 244,0 ± 41,4 N.m). Entretanto, a redução do PTE foi significante a 60º.s-1 (337,3 ± 43,2 e 321,7 ± 60,0 N.m) e 180º.s-1 (346,1 ± 38,0 e 319,7 ± 43,6 N.m). As reduções relativas da força após o exercício de corrida foram significantemente diferentes entre os tipos de contração somente a 180º.s-1. CONCLUSÃO: Podemos concluir que, em indivíduos ativos, a redução no torque máximo após uma corrida contínua prolongada no OBLA pode ser dependente do tipo de contração e da velocidade angular.
Palavra-chave concentric
eccentric
angular velocity
aerobic exercise
fatigue
concêntrica
excêntrica
velocidade angular
exercício aeróbio
fadiga
Idioma Inglês
Data de publicação 2007-06-01
Publicado em DENADAI, Benedito Sergio et al . Effects of prolonged running performed at the intensity corresponding to the onset of blood lactate accumulation, on maximum isokinetic strength in active non-athletic individuals. Rev. bras. fisioter., São Carlos , v. 11, n. 3, p. 221-226, jun. 2007
ISSN 1413-3555 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia
Extensão 221-226
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552007000300008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000254583800008
SciELO S1413-35552007000300008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3725

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1413-35552007000300008.pdf
Tamanho: 44.10KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta