Repercussões imunológicas dos distúrbios do sono: o eixo hipotálamo-pituitária-adrenal como fator modulador

Repercussões imunológicas dos distúrbios do sono: o eixo hipotálamo-pituitária-adrenal como fator modulador

Título alternativo Immune outcomes of sleep disorders: the hypothalamic-pituitary-adrenal axis as a modulatory factor
Autor Palma, Beatriz Duarte Autor UNIFESP Google Scholar
Tiba, Paula Ayako Autor UNIFESP Google Scholar
Machado, Ricardo Borges Autor UNIFESP Google Scholar
Tufik, Sergio Autor UNIFESP Google Scholar
Suchecki, Deborah Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To review the literature on the interaction between sleep and the immune system. METHOD: A search on Web of Science and Pubmed database including the keywords sleep, sleep deprivation, stress, hypothalamic-pituitary-adrenal axis, immune system, and autoimmune diseases. RESULTS: On Web of Science, 588 publications were retrieved; 61 references, more significant and closer to our objective, were used, including original articles and review papers. CONCLUSION: Sleep deprivation and immune system exert a bidirectional influence on each other. Since sleep deprivation is considered a stressor, inasmuch as it induces elevation of cortisol or corticosterone levels in humans and rodents, respectively, and given the well-known immunosuppressive effect of glucocorticoids, we propose that increased activation of the hypothalamic-pituitary-adrenal axis is a major mediator of the immune alterations observed in patients with insomnia or in sleep deprived subjects.

OBJETIVO: Revisar a literatura a respeito da interação entre sono e sistema imunológico. MÉTODO: Busca no Web of Science e no PubMed com os descritores: sono, privação de sono, estresse, eixo hipotálamo-pituitária-adrenal, sistema imunológico e doenças auto-imunes. RESULTADOS: Foram encontrados 588 artigos no Web of Science. As 61 referências mais significativas e mais relacionadas aos objetivos do estudo foram utilizadas. Foram incluídos artigos originais e de revisão. CONCLUSÃO: A privação de sono e o sistema imunológico exercem e sofrem influências mútuas. A privação de sono é considerada um estressor, uma vez que induz a elevação do cortisol em seres humanos - ou da corticosterona em roedores. Os glicocorticóides, por sua vez, exercem um efeito imunossupressor. Por essas razões, foi proposto que o aumento da ativação do eixo hipotálamo-pituitária-adrenal seja um importante mediador das alterações imunológicas observadas em pacientes com insônia ou privados de sono.
Palavra-chave Sleep deprivation
Stress
Hypothalamic-pituitary-adrenal axis
Immune system
Autoimmune diseases
Privação de sono
Estresse
Eixo hipotálamo-pituitária-adrenal
Sistema imunológico
Doenças auto-imunes
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2007-05-01
Publicado em Revista Brasileira de Psiquiatria. Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP, v. 29, p. s33-s38, 2007.
ISSN 1516-4446 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Extensão s33-s38
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462007000500007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000246965200007
SciELO S1516-44462007000500007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3686

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-44462007000500007.pdf
Tamanho: 743.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta