Resolução temporal: análise em pré-escolares nascidos a termo e pré-termo

Resolução temporal: análise em pré-escolares nascidos a termo e pré-termo

Título alternativo Temporal resolution: analysis in term and preterm preschoolers
Autor Fortes, Ana Beatriz Autor UNIFESP Google Scholar
Pereira, Liliane Desgualdo Autor UNIFESP Google Scholar
Azevedo, Marisa Frasson de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo BACKGROUND: auditory processing. AIM: to verify the hearing behavior of temporal resolution in children with ages from five to six years, who were born preterm, with no evidence of neurological alterations and to compare this behavior to that observed in children of the same age, who were born at term, with low risk for developmental disorders, taking into consideration the variables of: threshold detection gaps through pre-established frequency, binaural and monaural presentation, order of stimuli presentation and gender. METHOD: 70 children divided in two groups: Group 1 with 44 children who were born at term (20 female and 24 male) and Group 2 with 26 preterm children (12 female and 14 male). Children were submitted to audiologic evaluation composed of audiometry, speech response threshold, acoustic impedance test and the Random Gap Detection Test (RGDT). RESULTS: children who were born at term presented lower threshold detection gaps in the RGDT, for both monaural and binaural stimuli presentation, in all of the pre-established frequencies when compared to preterm children. This difference between the groups was statistically significant. The average threshold detection gaps of Group 1 rose according to the increase of frequency. For Group 2 statistically significant differences were not found regarding the average of threshold detection gaps, for both monaural and binaural stimuli presentation. CONCLUSION: preterm children differ from those born at term regarding the hearing behavior of temporal resolution. The RGDT can be used as a tool to evaluate the hearing process, once the early detection of alterations in temporal processes indicates the need for intervention in order to minimize or avoid future language impairments.

TEMA: processamento auditivo. OBJETIVO: verificar o comportamento auditivo de resolução temporal de crianças na faixa etária de cinco a seis anos, nascidas pré-termo, sem evidências de alterações neurológicas e compará-lo com o mesmo comportamento auditivo de crianças na mesma faixa etária, nascidas a termo, com baixo risco para alteração do desenvolvimento, considerando as variáveis: limiar de detecção de intervalo de tempo por freqüência sonora pré-estabelecida apresentada na forma binaural e monoaural por ordem de orelha que iniciou o teste e gênero. MÉTODO: 70 sujeitos: 44 nascidos a termo reunidos em grupos de 20 indivíduos do sexo feminino e 24 do sexo masculino, denominado Grupo 1, e 26 nascidos pré-termo, sendo 12 indivíduos do sexo feminino e 14 do sexo masculino, denominado Grupo 2, foram submetidos a avaliação audiológica composta por audiometria tonal limiar, limiar de reconhecimento de fala, imitânciometria e aplicação do teste de fusão auditiva denominado de Random Gap Detection. RESULTADOS: os nascidos a termo apresentaram menores limiares de detecção de intervalo de tempo no teste de fusão auditiva, nas formas de apresentação binaural e monoaural em todas as freqüências sonoras pré-estabelecidas, do que os nascidos pré-termo com diferença estatisticamente significante. As médias dos limiares de detecção de intervalo de tempo do Grupo 1 aumentaram conforme a freqüência sonora aumentou. No Grupo 2 não foram encontradas diferenças estatisticamente significantes quanto as médias de limiares de detecção de intervalo de tempo na forma de apresentação binaural e monoaural. CONCLUSÃO: os nascidos pré-termo se diferenciam dos nascidos a termo quanto ao comportamento auditivo de resolução temporal e o teste de fusão auditiva utilizado pode servir como ferramenta para a avaliação do processamento auditivo, uma vez que a detecção precoce de alteração dos processos temporais indica uma intervenção para minimizar ou evitar futuros prejuízos de linguagem.
Palavra-chave Auditory Perception
Hearing Disorders
Infant
Premature
Percepção Auditiva
Transtornos da Audição
Infância
Prematuro
Idioma Português
Data de publicação 2007-04-01
Publicado em Pró-Fono Revista de Atualização Científica. Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda., v. 19, n. 1, p. 87-96, 2007.
ISSN 0104-5687 (Sherpa/Romeo)
Publicador Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda.
Extensão 87-96
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-56872007000100010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0104-56872007000100010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3642

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-56872007000100010.pdf
Tamanho: 72.37KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta