Versão brasileira do Dizziness Handicap Inventory

Versão brasileira do Dizziness Handicap Inventory

Título alternativo Brazilian version of the Dizziness Handicap Inventory
Autor Castro, Ana Sílvia Oliveira De Google Scholar
Gazzola, Juliana Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Natour, Jamil Autor UNIFESP Google Scholar
Ganança, Fernando Freitas Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Bandeirantes de São Paulo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação Neuro-Motora
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo BACKGROUND: impact of dizziness on life quality (LQ). AIM: to adapt the Dizziness Handicap Inventory (DHI) for application in the Brazilian population; to assess its reproducibility; and to describe the results obtained in patients with chronic dizziness. METHOD: The DHI was initially applied in 45 patients with chronic dizziness and with a clinical diagnosis of vestibular syndrome. The application followed the stages of translation - from English to Portuguese - and linguistic adaptation, grammatical and idiomatic equivalence review and evaluation of its intra and inter-researchers reproducibility. Reproducibility was assessed by using the Wilcoxon Test for two dependent samples, P < 0.05. The questionnaire was applied on 250 patients with chronic vestibular syndrome in order to evaluate the impact of dizziness on LQ. RESULTS: The Brazilian version of the DHI (Brazilian DHI) was well comprehended by the studied population and no statistically significant difference was found in the inter-researcher (P = 0.418) and intra-researcher (P = 0.244) reproducibility. All of the studied patients presented a loss in LQ due to dizziness. Aspects which were most affected were the physical ones, followed by, in a decreasing order, the functional and the emotional ones. Functional aspects were more compromised in older individuals. No association was verified between gender and the overall mean scores of the DHI and between gender and the mean scores of each aspect assessed by the DHI. CONCLUSION: the DHI was culturally adapted for application in the Brazilian population (Brazilian DHI). This instrument was considered to be a reliable tool to evaluate the impact of dizziness on LQ. Patients with chronic dizziness and with clinical diagnosis of vestibular syndrome presented a loss in LQ, due to this symptom. This loss was verified by the application of the Brazilian DHI. Physical aspects were the most compromised.

TEMA: impacto da tontura na qualidade de vida (QV). OBJETIVO: adaptar culturalmente o Dizziness Handicap Inventory (DHI) para aplicação na população brasileira, avaliar sua reprodutibilidade e descrever os resultados obtidos à aplicação deste questionário em pacientes com tontura crônica. MÉTODO: o DHI foi aplicado, inicialmente, em 45 pacientes com tontura crônica e hipótese diagnóstica de síndrome vestibular, seguindo as etapas de tradução do idioma Inglês para o Português e adapatação lingüística, revisão da equivalência gramatical e idiomática, adaptação cultural e avaliação da reprodutividade intra e interpesquisadores. A avaliação da reprodutividade foi realizada por intermédio do teste de pesquisadores. A avaliação da reprodutividade foi realizada por intermédio do teste de Wilcoxon para duas amostras dependentes, P < 0,05. O instrumento foi aplicado para um total de 250 pacientes para avaliação do impacto da tontura na qualidade de vida de vestibulopatas crônicos. RESULTADOS: a versão brasileira do DHI (DHI brasileiro) foi bem compreendida pelo população estudada. Não foi verificada diferença estatística significante à avaliação da reprodutibilidade inter-pesquisadores (P = 0,418) e intra-pesquisadores (P = 0,244). Todos pacientes apresentaram prejuízo na QV e os aspectos físicos foram os mais prejudicados, seguidos em ordem decrescente pelos aspectos funcionais e emocionais. Os aspectos funcionais mostraram-se mais comprometidos em indivíduos mais velhos. Nenhuma associação foi verificada entre o gênero e as médias do escore total e de cada um dos aspectos avaliados pelo DHI. CONCLUSÃO: o DHI foi adaptado culturalmente para aplicação na população brasileira (DHI brasileiro), mostrando-se confiável para a avaliação da interferência da tontura na QV. Os pacientes com tontura crônica e hipótese diagnóstica de síndrome vestibular apresentaram prejuízo na QV devido a este sintoma, verificados à aplicação do DHI brasileiro. Os aspectos físicos foram os mais prejudicados.
Palavra-chave Quality of Life
Dizziness
Vertigo
Vestibular Diseases
Qualidade de Vida
Tontura
Vertigem
Doenças Vestibulares
Idioma Português
Data de publicação 2007-04-01
Publicado em Pró-Fono Revista de Atualização Científica. Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda., v. 19, n. 1, p. 97-104, 2007.
ISSN 0104-5687 (Sherpa/Romeo)
Publicador Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda.
Extensão 97-104
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-56872007000100011
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0104-56872007000100011 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3635

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-56872007000100011.pdf
Tamanho: 55.10KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta