Válvulas da veia braquial comum: estudo anatômico

Válvulas da veia braquial comum: estudo anatômico

Título alternativo Valves of the common brachial vein: anatomical study
Autor Santos, Carlos Adriano Silva dos Google Scholar
Poli de Figueiredo, Luiz Francisco Autor UNIFESP Google Scholar
Gusmão, Luiz Carlos Buarque de Google Scholar
Pitta, Guilherme Benjamin Brandão Google Scholar
Miranda Junior, Fausto Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas Hospital-Escola Dr. José Carneiro
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal de Alagoas Departamento de Morfologia
UNCISAL Departamento de Cirurgia
Resumo BACKGROUND: A great part of venous insufficiencies is due to valve incompetence. Valved venous grafts in the insufficient segment are a surgical alternative. OBJECTIVE: To describe the anatomy of the common brachial vein valves. METHODS: We used 30 male corpses of varied races with their upper limbs articulated to the trunk. They were preserved in formol and fixed in a 10% formol solution. Exclusion criteria were presence of disarticulation in one limb or deforming alterations in the topography of assessed structures. RESULTS: The total number of identified valves was 28 in the right arm and 33 in the left arm, 15 of them in the right proximal segment and 21 in the left proximal segment. More than 91% of the valves were bicuspid and parietal. CONCLUSION: We conclude that the common brachial vein often presents bicuspid and parietal valves.

CONTEXTO: Boa parte das insuficiências venosas é devida à incompetência de suas válvulas. Como uma das alternativas cirúrgicas, temos os enxertos venosos valvulados no segmento insuficiente. OBJETIVO: Descrever a anatomia das válvulas da veia braquial comum. MÉTODOS: Foram selecionados 30 cadáveres do sexo masculino, independentemente de raça, que tinham seus membros superiores articulados ao tronco. Os mesmos estavam formolizados e foram mantidos em conservação com solução de formol a 10%. Utilizamos como critério de exclusão a existência de desarticulação de um dos membros ou de alterações deformantes em topografia das estruturas estudadas. RESULTADOS: O número total de válvulas identificadas foi de 28 em membro superior direito e de 33 em membro superior esquerdo, sendo 15 no segmento proximal direito e 21 no segmento proximal esquerdo. Mais de 91% das válvulas foram do tipo bicúspide e parietal. CONCLUSÃO: Conclui-se que a veia braquial comum apresenta freqüentemente válvulas do tipo bicúspide e parietal.
Palavra-chave Anatomy
cadaver
venous insufficiency
varicose veins
transplantation
Anatomia
cadáver
insuficiência venosa
varizes
transplante
Idioma Português
Data de publicação 2007-03-01
Publicado em Jornal Vascular Brasileiro. Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV), v. 6, n. 1, p. 35-41, 2007.
ISSN 1677-5449 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV)
Extensão 35-41
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1677-54492007000100006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1677-54492007000100006 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3615

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1677-54492007000100006.pdf
Tamanho: 1.365MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta