Aspectos clínicos e epidemiológicos da conjuntivite alérgica em serviço de referência

Aspectos clínicos e epidemiológicos da conjuntivite alérgica em serviço de referência

Título alternativo Epidemiological and clinical features of allergic conjunctivitis in a reference center
Autor Marback, Patricia Maria Fernandes Autor UNIFESP Google Scholar
Freitas, Denise de Autor UNIFESP Google Scholar
Paranhos Junior, Augusto Autor UNIFESP Google Scholar
Belfort, Rubens Junior Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal da Bahia Faculdade de Medicina Hospital Universitário Professor Edgard Santos
Resumo BACKGROUND: To evaluate demographic and clinical features of patients with allergic conjunctivitis in a reference center. METHODS: Prospective study using sings and symptoms graduated by standardized charts for clinical diagnosis. RESULTS: We evaluated 207 patients, age ranging form 1 to 45 years and of whom 131 (63.28%) were males. Of the patients, 38.65% presented vernal keratoconjunctivitis; 38.65%, atopic keratoconjunctivitis; 12.56%, perennial allergic conjunctivitis and in 10.14% patients the diagnosis was not defined. Extraocular allergy was more frequent in patients with atopic keratoconjunctivitis (91.25%) and less frequent in patients with vernal keratoconjunctivitis (32.5%). Family history of allergy was more frequent in patients without defined diagnosis (59.1%) and less frequent in the vernal group (28.75%). The most itense symptoms were itching and tearing in patients with keratoconjunctivitis. There was a positive correlation between symptom intensity and signs severity. CONCLUSION: Chronic and severe types of ocular allergy, with potential threat to visual function, predominated in the studed group.

OBJETIVO: Avaliar aspectos demográficos e clínicos de pacientes com conjuntivite alérgica atendidos em centro de referência. MÉTODOS: Estudo prospectivo no qual sinais e sintomas foram graduados com fichas padronizadas e diagnóstico diferencial feito pelo quadro clínico. RESULTADOS: Foram avaliados 207 pacientes, 131 (63,28%) do sexo masculino e com idade variando de 1 a 45 anos. Destes, 38,65% foram diagnosticados como ceratoconjuntivite primaveril; 38,65% como ceratoconjuntivite atópica; 12,56% como conjuntivite alérgica perene e em 10,14% dos pacientes não houve diagnóstico definido. A presença de alergia extra-ocular foi maior em pacientes com conjuntivite atópica (91,25%) e menor em pacientes com primaveril (32,5%) e a história de alergia na família foi maior naqueles sem diagnóstico definido (59,1%) e menor no grupo de conjuntivite primaveril (28,75%). Os sintomas mais intensos foram prurido e lacrimejamento em pacientes com ceratoconjuntivites e houve correlação positiva entre a intensidade dos sintomas e dos sinais clínicos. CONCLUSÕES: Houve predomínio de formas crônicas e graves da alergia ocular com ameaça potencial à função visual.
Palavra-chave Allergy
Conjunctivitis
allergic
Conjunctivitis, allergic
Alergia
Conjuntivite alérgica
Idioma Português
Data de publicação 2007-03-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 70, n. 2, p. 312-316, 2007.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 312-316
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492007000200022
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492007000200022 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3599

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492007000200022.pdf
Tamanho: 571.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta