Lente de contato de material híbrido em pacientes com ceratocone e astigmatismo miópico composto

Lente de contato de material híbrido em pacientes com ceratocone e astigmatismo miópico composto

Título alternativo Hybrid material contact lens in keratoconus and myopic astigmatism patients
Autor Leal, Fernando Autor UNIFESP Google Scholar
Lipener, César Autor UNIFESP Google Scholar
Chalita, Maria Regina Autor UNIFESP Google Scholar
Uras, Ricardo Autor UNIFESP Google Scholar
Campos, Mauro Silveira de Queiroz Autor UNIFESP Google Scholar
Hofling-Lima, Ana Luisa Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To evaluate comfort and visual performance in relation to two different used contact lens types: hybrid material (HM) and rigid-gas-permeable (RGP), in patients with regular myopic astigmatism and with keratoconus. METHODS: A randomized, double masked, prospective study of 22 patients with the diagnosis of myopic astigmatism (8 with myopic astigmatism and 14 with keratoconus) was conducted. Fifteen patients were female and 7 were male, and mean age was: 32.13 ± 8.12 years. In one of the eyes a rigid-gas-permeable contact lens was adapted (DK 30), and in the other a hybrid material contact lens was adapted (DK 23). All patients were submitted to the following tests: measurement of comfort level by means of the analogical visual scale, tear break-up time, best corrected visual acuity with the Bailey-Lovie scale adapted for 4 meters, functional acuity contrast test (FACT) and wavefront analysis. RESULTS: In relation to comfort, there was no association with the evaluated contact lens type (p=0.350). There was a variation in comfort level during the first 7 days. The visual acuity increased between the 7th and the 15th day of adaptation. Visual acuity stabilized right after this period. The visual acuity did not show differences in relation to the studied lens type. It was verified that there was no difference in the tear break-up time (p=0.989) in relation to the studied lenses type and there was a decrease in the tear break-up time (p=0.001) when we compared the measurement before the use of the lenses and 2 months after their use. There was no difference in contrast sensitivity in the used lens type and between each type and the use of glasses (p<0.047). High order aberrations decreased significantly when comparing patients with and without contact lenses, except for spherical and coma aberrations (p=0.394). CONCLUSION: Comfort and visual performance when comparing hybrid material and rigid-gas-permeable contact lenses did not show any significant difference in the patients or when compared separately in regular myopic astigmatism and in keratoconus patients.

OBJETIVOS: Avaliar o desempenho visual e o conforto de lentes de contato de material híbrido, quanto ao apresentado por pacientes portadores de ceratocone e astigmatismo miópico composto, e comparar com a lente de contato rígida-gás-permeável nos dois grupos de pacientes. MÉTODOS: Foram submetidos à adaptação com lentes de contato 22 pacientes, sendo 8 portadores de astigmatismo miópico composto e 14 com diagnóstico de ceratocone. Entre os pacientes, 7 eram do sexo masculino e 15 do feminino, com idade média de 32,13 anos ± 8,12. Cada paciente recebeu uma lente de contato de material híbrido e, no contralateral, uma lente rígida-gás-permeável. A escolha da lente a ser adaptada no olho direito ou esquerdo foi feita aleatoriamente, sendo o trabalho duplo-mascarado. Os pacientes foram submetidos aos seguintes exames: medida do conforto por meio da escala visual analógica, tempo de ruptura do filme lacrimal, acuidade visual pela escala de Bailey-Lovie adaptada para quatro metros, sensibilidade ao contraste pelo functional acuity contrast test e análise das aberrações oculares pela análise de frentes de onda. RESULTADOS: Com relação ao conforto não houve associação com o tipo de lente (p=0,350). Houve variação no conforto referido ao longo do tempo até 7 dias (p=0,001), estabilizando-se após este período. A medida da acuidade visual sofreu aumento entre a adaptação e a medida obtida aos 7 dias, bem como desta para a medida de 15 dias, estabilizando-se então. A acuidade visual não apresentou diferenças com relação ao tipo de lente estudada. Verificou-se que não houve diferença no tempo de ruptura do filme lacrimal (p=0,989) com relação aos tipos de lentes, porém houve diminuição deste (p=0,001) quando comparadas as medidas antes do início do uso das lentes e com dois meses de uso. Os tipos de lentes não revelaram associação com a sensibilidade ao contraste e não diferiram das medidas feitas com o uso de óculos, exceto para a freqüência B (3 cpg), maior nos usuários de óculos. As aberrações de alta ordem analisadas apresentaram diminuição estatisticamente significante, quando comparados os pacientes sem e com uso de lentes de contato, com exceção da aberração esférica e do coma. CONCLUSÃO: A lente de contato de material híbrido, quando utilizada por portadores de ceratocone e astigmatismo miópico composto, propiciaram desempenho visual e conforto satisfatórios, em níveis que não diferiram, das lentes de contato rígidas-gás-permeáveis nos dois grupos de pacientes.
Palavra-chave Contact lenses
Keratoconus
Myopia
Astigmatism
Contrast sensitivity
Lentes de contato
Ceratocone
Miopia
Astigmatismo
Sensibilidade de contraste
Idioma Português
Data de publicação 2007-03-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 70, n. 2, p. 247-254, 2007.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 247-254
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492007000200012
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492007000200012 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3595

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492007000200012.pdf
Tamanho: 839.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta