High prevalence of unusual genotypes of Toxoplasma gondii infection in pork meat samples from Erechim, Southern Brazil

High prevalence of unusual genotypes of Toxoplasma gondii infection in pork meat samples from Erechim, Southern Brazil

Autor Belfort, Rubens Neto Autor UNIFESP Google Scholar
Nussenblatt, Veronique Google Scholar
Rizzo, Luiz Vicente Google Scholar
Muccioli, Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Silveira, Claudio Alberto Magalhaes Autor UNIFESP Google Scholar
Nussenblatt, Robert Google Scholar
Khan, Assis Google Scholar
Sibley, L. David Google Scholar
Belfort, Rubens Junior Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
University of Maryland School of Medicine
Universidade de São Paulo (USP)
Clínica Silveira
NIH National Eye Institute
Washington University School of Medicine Department of Molecular Biology
Resumo Toxoplasmosis is the most common cause of infectious uveitis in Brazil, with a higher frequency in the South of the country. We have collected samples from porcine tongue and diaphragm obtained in both large and small abattoirs and used molecular biological technique to determine the prevalence of infection and RFLP analysis to type the parasites. Seventeen out of 50 (34%) samples from the diaphragm and 33 out of 50 (66%) samples from the tongue demonstrated a positive PCR reaction for T. gondii and restriction analysis of four of the positive samples revealed that all had a type I genotype at SAG2. However, when other unlinked loci were analyzed, these strains had a type III genotype at markers BTUB, SAG3, and GRA6. One of the strains (8T) had a type II allele at SAG3, indicating it has a combination of alleles normally seen in the clonal lineages. Our sampling indicates a high prevalence of infection and suggests that unusual genotypes of T. gondii are found in Brazil even among domesticated pigs.

Toxoplasmose é a causa mais comum de uveíte infecciosa no Brasil, com maior freqüência no sul do país. Coletamos amostras de diafragma e língua de porcos em pequenos e grandes abatedouros e utilizamos biologia molecular para determinar a taxa de infecção e ''DNA genotyping'' para tipar os parasitas. Dezessete das 50 amostras de diafragma (34%) e 33 das 50 amostras de língua (66%) foram positivas na reação de PCR para T. gondii. A análise restritiva e o sequenciamento do DNA em quatro amostras revelaram que todas apresentam genótipo tipo I no SAG2. No entanto, quando outros loci não ligados foram analisados, estas mesmas amostras se mostraram como tipo III nos marcadores BTUB, SAG3 e GRA6. Uma das amostras (8T) mostrava-se como tipo II no SAG3, indicando um perfil misto. Estas amostras demonstraram não só uma alta taxa de infecção, mas também genótipos incomuns que não foram observados com freqüência em estudos prévios. Nosso trabalho sugere que genótipos incomuns de T. gondii podem ser encontrados no Brasil, até mesmo em porcos domesticados.
Palavra-chave ocular toxoplasmosis
Toxoplasma gondii
genotypes
toxoplasmose ocular
Toxoplasma gondii
genótipos
Idioma Inglês
Data de publicação 2007-03-01
Publicado em Anais da Academia Brasileira de Ciências. Academia Brasileira de Ciências, v. 79, n. 1, p. 111-114, 2007.
ISSN 0001-3765 (Sherpa/Romeo)
Publicador Academia Brasileira de Ciências
Extensão 111-114
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37652007000100013
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0001-37652007000100013 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3570

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0001-37652007000100013.pdf
Tamanho: 71.68KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta