Microscopia confocal in vivo nos depósitos corneanos por amiodarona

Microscopia confocal in vivo nos depósitos corneanos por amiodarona

Título alternativo In vivo confocal microscopy in amiodarone corneal deposits
Autor Victor, Gustavo Google Scholar
Alves, Milton Ruiz Google Scholar
Nosé, Walton Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade de São Paulo (USP)
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Metropolitana de Santos
Resumo PURPOSE: To describe in vivo confocal microscopy findings in patients with different stages of amiodarone-induced keratopathy, and correlate biomicroscopy stages with confocal stages. METHODS: Twenty eyes of 10 patients (6 men and 4 women), who receive treatment with amiodarone were selected for the study with confocal microscopy (MC). RESULTS: The average age was 58 ± 6.2 years (50-66 years) and time of use of the drug was 6 ± 3.2 years (2-11 years). All patients have best correct visual acuity ³ 20/40. There were two patients in stage 1, 4 patients in stage 2 and 4 in stage 3 of induced keratopathy. All corneas presented brilliant intracellular inclusions with high reflectivity in the basal epithelium layer. Patients in stage 2 and 3 have all corneal layers affected. There are thinning and increase of tortuosity of corneal nerves in patients in stage 2 and 3. The endothelial count was 2,524 ± 150,3 cell/mm². CONCLUSION: The basal epithelium was most affected in any of the keratopathy stages. In stage 1 patients only the superficial and basal epithelium are affected, while patients in stages 2 and 3 have all corneal layers affected. With the advance of keratophaty the corneal nerves became thinner and tortuous.

OBJETIVO: Descrever os achados da microscopia confocal in vivo em pacientes nos diversos estágios de ceratopatia induzida por amiodarona, e correlacionar o estadiamento biomicroscópico com o estadiamento confocal. MÉTODOS: Vinte olhos de 10 pacientes (6 homens e 4 mulheres) em tratamento com amiodarona, que apresentavam ceratopatia induzida pela droga, foram selecionados para o estudo, com a microscopia confocal (MC). RESULTADOS: A média de idade foi 58 ± 6,2 anos (50-66 anos) e o tempo de uso da droga foi de 6 ± 3,2 anos (2-11 anos). Todos pacientes tinham acuidade visual com correção melhor ou igual a 20/40. A biomicroscopia evidenciou ceratopatia por amiodarona: dois pacientes no estágio 1, quatro no estágio 2 e quatro no estágio 3. Todas as córneas apresentaram inclusões intracelulares brilhantes e de alta refletividade na camada epitelial basal. A partir dos estágios 2 e 3, foram encontrados microdepósitos em todas camadas corneanas. Foram observados afilamento e aumento da tortuosidade dos nervos corneanos nos estágios 2 e 3 da ceratopatia. A contagem endotelial média foi de 2.524 ± 150,3 células/mm². CONCLUSÃO: O epitélio basal foi o mais acometido nos diferentes estágios da ceratopatia. Nos pacientes do estágio 1 a biomicroscopia, os microdepósitos subepiteliais são restritos ao epitélio superficial e basal, ao passo que nos pacientes dos estágios 2 e 3, os microdepósitos afetam todas camadas corneanas. À medida que a ceratopatia avança, os nervos corneanos ficam mais afilados e tortuosos.
Palavra-chave Corneal diseases
Epithelium
Amiodarone
Microscopy, confocal
Doenças da córnea
Epitélio
Amiodarona
Microscopia confocal
Idioma Português
Data de publicação 2007-02-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 70, n. 1, p. 45-50, 2007.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 45-50
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492007000100009
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492007000100009 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3552

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492007000100009.pdf
Tamanho: 476.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta