Método de captura e recaptura: nova metodologia para pesquisas epidemiológicas

Método de captura e recaptura: nova metodologia para pesquisas epidemiológicas

Título alternativo Capture-recapture: a new methodology for epidemiological research
Autor Dunn, John Autor UNIFESP Google Scholar
Andreoli, Sergio Baxter Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Although capture-recapture method is not new, their use in epidemiological studies has so far been limited. The method was developed by animal ecologists to estimate the size of various species populations, but in recent years it has been used to measure the incidence and prevalence of a variety of non-communicable diseases. Capture-recapture allows more accurate estimates to be made than is the case with traditional methods and is more cost-effective. The method is ideally suited to studying rare or elusive populations, such as intravenous drug misusers; but they are highly adaptable and have been used to study populations as diverse as street working prostitutes and the human red-cell volume. The objectives of this review are to explain the mathematical theory behind capture-recapture, give examples of its use and application in clinical epidemiology and out line some of the modifications that have been made to the theory, which take into account the complex nature of samples used in clinical research. An increasing number of medical epidemoilogists have started to use the method, and its potencial for future epidemiological research is enormous.

O método de captura e recaptura, embora não seja novo, tem sido pouco usado em estudos epidemiológicos. Trata-se de método bem adaptável e adequado para estudar populações incomuns ou esquivas, como usuários de drogas endovenosas. Tem sido usado para estudar populações diversas como prostitutas que trabalham na rua ou volume de células vermelhas no homem. Permite ainda estimar a incidência e a prevalência de doenças de forma mais precisa do que os métodos tradicionais e com uma melhor relação custo-benefício. Devido à sua relevância dentro do campo da epidemiologia, decidiu-se realizar uma revisão sobre esse método, enfocando a história, as principais aplicações e apontando as suposições teóricas que o fundamentam. Seu potencial para futuras pesquisas epidemiológicas é promissor.
Palavra-chave Epidemiologic methods
Incidence
Prevalence
Métodos epidemiológicos
Incidência
Prevalência
Idioma Português
Data de publicação 1994-12-01
Publicado em DUNN, John; ANDREOLI, Sérgio Baxter. Método de captura e recaptura: nova metodologia para pesquisas epidemiológicas. Rev. Saúde Pública, São Paulo , v. 28, n. 6, p. 449-453, dez. 1994
ISSN 0034-8910 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Extensão 449-453
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101994000600009
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:A1994QV59000010
SciELO S0034-89101994000600009 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/354

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0034-89101994000600009.pdf
Tamanho: 482.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta