Otimizando o componente farmacológico da terapia integrada da vertigem

Otimizando o componente farmacológico da terapia integrada da vertigem

Título alternativo Optimizing the pharmacological component of integrated balance therapy
Autor Ganança, Mauricio Malavasi Autor UNIFESP Google Scholar
Caovilla, Heloisa Helena Autor UNIFESP Google Scholar
Munhoz, Mário Sérgio Lei Autor UNIFESP Google Scholar
Ganança, Cristina Freitas Autor UNIFESP Google Scholar
Silva, Maria Leonor Garcia da Autor UNIFESP Google Scholar
Serafini, Flavio Autor UNIFESP Google Scholar
Ganança, Fernando Freitas Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Bandeirante de São Paulo Programa de Mestrado em Ciências do Movimento Corporal
UNIBAN
Resumo Drug treatment is an important option for the treatment of peripheral vestibular diseases. AIM: To identify the drug component associated with optimal integrated balance therapy (IBT) for Ménière s disease or other peripheral vestibular disorders. MATERIALS AND METHODS: Analysis of a series of patients with Ménière s disease patients or patients with other peripheral vestibular disorders that received IBT involving either no medication or betahistine, cinnarizine, clonazepam, flunarizine or Ginkgo biloba during 120 days. RESULTS: In Ménière s disease, significant differences were observed for all drug therapies (60 days) versus no medication; betahistine was significantly more effective than all other drugs at 60 and 120 days. For non-Ménière s disorders, significant differences were observed among betahistine, cinnarizine, clonazepam and flunarizine and no medication after 60 days; all drug therapies were significantly more effective than no medication after 120 days; betahistine, cinnarizine or clonazepam were equally effective and betahistine was more effective than flunarizine and EGb 761. All treatment options were well tolerated. CONCLUSIONS: Drug therapies were more effective than no medication in the IBT for patients with Ménière s disease or other peripheral vestibular disorders. Betahistine was the most effective medication for patients with Ménière s disease and was as effective as cinnarizine and clonazepam for other peripheral vestibular disorders.

A farmacoterapia é opção importante no tratamento das vestibulopatias periféricas. OBJETIVO: Identificar a medicação que otimiza a terapia integrada da vertigem (TIV) na doença de Ménière e em outras vestibulopatias periféricas. MATERIAL E MÉTODO: Estudo de casos em que pacientes com doença de Ménière ou outras vestibulopatias periféricas receberam TIV com betaistina, cinarizina, clonazepam, flunarizina, Ginkgo biloba ou sem medicação durante 120 dias. RESULTADOS: Na doença de Ménière, TIV com qualquer um dos medicamentos foi mais eficaz do que TIV sem medicação, após 60 dias; a betaistina foi mais efetiva que todas as outras drogas, após 60 e 120 dias. Nas outras vestibulopatias periféricas, diferenças significantes foram observadas entre TIV com betaistina, cinarizina, clonazepam ou flunarizina e TIV sem medicação após 60 dias e todas as drogas foram mais efetivas que TIV sem medicação após 120 dias; betaistina, cinarizina ou clonazepam foram igualmente efetivos e betaistina foi mais efetiva que flunarizina e Ginkgo biloba. Os tratamentos foram bem tolerados. CONCLUSÕES: TIV incluindo medicação é mais efetiva que sem medicação na doença de Ménière ou em outras vestibulopatias periféricas. Betaistina foi o medicamento mais efetivo na doença de Ménière e tão eficaz quanto cinarizina ou clonazepam em outras vestibulopatias periféricas.
Assunto meniere s disease
labyrinth diseases
dizziness
vertigo
doença de ménière
doenças do labirinto
tontura
vertigem
Idioma Português
Data 2007-02-01
Publicado em Revista Brasileira de Otorrinolaringologia. ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, v. 73, n. 1, p. 12-18, 2007.
ISSN 0034-7299 (Sherpa/Romeo)
Editor ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Extensão 12-18
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992007000100003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-72992007000100003 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3514

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0034-72992007000100003.pdf
Tamanho: 133.1Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)