Avaliação da função e qualidade de vida em pacientes submetidos a artroplastia de ressecção tipo Girdlestone

Avaliação da função e qualidade de vida em pacientes submetidos a artroplastia de ressecção tipo Girdlestone

Título alternativo Evaluation of the function and quality of life of patients submitted to girdlestone's resection arthroplasty
Autor Yamamoto, Priscila Akemi Autor UNIFESP Google Scholar
Lahoz, Gisele Landim Autor UNIFESP Google Scholar
Takata, Edmilson Takehiro Autor UNIFESP Google Scholar
Masiero, Danilo Autor UNIFESP Google Scholar
Chamlian, Therezinha Rosane Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVES: To evaluate function and quality of life of patients submitted to Girdlestone's arthroplasty, and to compare outcomes between unilateral Girdlestone's group with the group with contralateral total hip prosthesis. METHODS: Cross-sectional study where 9 patients were evaluated with unilateral Girdlestone's and 3 with Girdlestone's in one hip and contralateral total hip prosthesis. The evaluation consisted in filling in a generic questionnaire on quality of life SF-36 and a specific questionnaire for hip function Harris Hip Score (HHS). The comparison between groups was made by using the Student's t-test and the Fisher's test. RESULTS: The patients of the unilateral Girdlestone's group presented a higher number of SF-36 domains classified as high, although 77.8% of these showed poor results on the HHS. All patients had a leg-length discrepancy and positive Trendelenburg's test, which led to limping gait in 11 of 12 patients evaluated. Of these, only 6 underwent physiotherapy after surgery. CONCLUSION: Girdlestone's postoperative quality of life and function in a Brazilian population still requires further studies, because these outcomes are indicative of study variables' behavior and cannot be regarded as definite.

OBJETIVOS: Avaliar a função e a qualidade de vida dos pacientes pós-artroplastia de Girdlestone e comparar os resultados entre os grupos Girdlestone unilateral e o grupo com prótese total de quadril contralateral. MÉTODOS: estudo transversal no qual foram avaliados 9 pacientes com Girdlestone unilateral e 3 com Girdlestone em um quadril e prótese total no quadril contralateral. A avaliação constitui-se em aplicar o questionário genérico de qualidade de vida SF-36 e um questionário funcional específico para o quadril, Harris Hip Score (HHS). A comparação dos grupos foi realizada usando-se o teste t- Student e o teste de Fisher. RESULTADOS: Os pacientes do grupo Girdlestone unilateral apresentaram maior quantidade de domínios do SF-36 classificados como elevados, embora 77,8% destes tenham obtido resultados ruins no HHS. Todos os pacientes apresentaram o teste de Trendelenburg positivo e discrepância de membros, o que levou à marcha claudicante em 11 dos 12 pacientes avaliados. Destes, apenas 6 submeteram-se a fisioterapia pós-operatória. CONCLUSÃO: A qualidade de vida e a função pós-operatória de Girdlestone, na população brasileira, ainda necessita ser mais pesquisada, pois estes resultados são indicações do comportamento das variáveis de estudo e não podem ser consideradas encerradas.
Palavra-chave Quality of life
Arthroplasty
Method
Hip
Qualidade de vida
Artroplastia
Métodos
Quadril
Função
Idioma Português
Data de publicação 2007-01-01
Publicado em Acta Ortopédica Brasileira. Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, v. 15, n. 4, p. 214-217, 2007.
ISSN 1413-7852 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Extensão 214-217
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1413-78522007000400008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1413-78522007000400008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3487

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1413-78522007000400008.pdf
Tamanho: 221.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta