Characterization of an animal model of severe sepsis associated with respiratory dysfunction

Characterization of an animal model of severe sepsis associated with respiratory dysfunction

Autor Azevedo, Luciano Cesar Pontes Autor UNIFESP Google Scholar
Park, Marcelo Google Scholar
Noritomi, Danilo Teixeira Google Scholar
Maciel, Alexandre Toledo Google Scholar
Brunialti, Milena Karina Coló Autor UNIFESP Google Scholar
Salomão, Reinaldo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Hospital Sírio-Libanês Research and Education Institute
Hospital das Clínicas Medical Intensive Care Unit
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: Pathophysiological studies in humans regarding sepsis are difficult to perform due to ethical and methodological concerns. In this context, animal models of sepsis can be useful to better understand this condition and to test therapeutic strategies. The purpose of this study was to characterize a feasible and clinically relevant model of sepsis in pigs that could be useful for testing different therapeutic interventions. METHODS: 5 White Large pigs were anesthetized, arterial and pulmonary catheters were introduced, and sepsis was induced by fecal peritonitis. Several biochemical indicators of organ dysfunction and infectious parameters were measured. The pigs were monitored until death, when fragments of organs were removed for pathology. Three animals without peritonitis served as controls and were sacrificed 24 hours after surgery without developing significant changes in organ function. RESULTS: Septic pigs survived 17 hours on average (range, 16-18 h), and Escherichia coli was recovered from blood cultures. They developed a significant decrease in left ventricular work and a nonsignificant reduction in mixed venous oxygen saturation. Respiratory dysfunction was characterized by a decrease in the PaO2/FiO2 ratio and respiratory compliance. Pathology of the lungs revealed areas of pulmonary collapse, hemorrhage, pulmonary congestion, and discrete neutrophil infiltrate. CONCLUSIONS: Fecal peritonitis in pigs is a clinically relevant model of sepsis associated with acute lung injury without direct pulmonary insult. This model may prove to be useful for studying pathogenic aspects of secondary lung injury as well as for validating ventilatory or pharmacologic interventions.

PROPOSTA: Estudos sobre sepse envolvendo sua fisiopatologia são difíceis de serem realizados devido a razões éticas e metodológicas. Neste sentido, modelos animais criam oportunidades de estudos para entender a fisiopatologia e testar estratégias terapêuticas. O objetivo deste estudo foi criar um modelo relevante de choque séptico em porcos para testar e entender diferentes intervenções. MÉTODOS: 5 porcos da raça White Large foram anestesiados e monitorizados com uma linha arterial e um cateter de artéria pulmonar. Uma peritonite fecal foi induzida através de laparotomia. Marcadores de disfunções orgânicas e infecciosos foram mensurados. Todos porcos evoluíram até a morte e amostras de órgãos foram coletadas para exame anátomo patológico. Três animais controles com o mesmo preparo cirúrgico e sem peritonite foram sacrificados após 24 horas de evolução, sem desenvolver mudanças significativas nas funções orgânicas. RESULTADOS: Os animais séptico sobreviveram na média 17 horas (16 - 18h), e Escherichia coli foi cultivada nas amostras de sangue. Os animais sépticos evoluíram com redução do trabalho de ventrículo esquerdo. A disfunção respiratória foi caracterizada por uma redução na relação PaO2/FiO2 e na complacência respiratória. A anatomia patológica dos pulmões revelou colapso pulmonar, hemorragia, congestão e infiltrado neutrofílico. CONCLUSÕES: A peritonite fecal em porcos é um modelo de choque séptico clinicamente relevante e associada a uma lesão pulmonar sem um insulto direto. Este é um modelo que pode ser utilizado para estudar aspectos fisiopatológicos das lesões pulmonares secundárias, assim como para estudar intervenções ventilatórias ou farmacológicas.
Palavra-chave Sepsis
Acute lung injury
Pigs
Animal models
Peritonitis
Sepse
Lesão pulmonar aguda
Porcos
Modelos animais e peritonite
Idioma Inglês
Data de publicação 2007-01-01
Publicado em Clinics. Faculdade de Medicina / USP, v. 62, n. 4, p. 491-498, 2007.
ISSN 1807-5932 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Faculdade de Medicina / USP
Extensão 491-498
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1807-59322007000400017
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000254319800017
WOS:000254319800017
SciELO S1807-59322007000400017 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3443

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1807-59322007000400017.pdf
Tamanho: 141.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta