Assessment of angiogenesis expression and its relationship with prognosis of colorectal cancer by conventional and computer-assisted histopathological image analysis

Assessment of angiogenesis expression and its relationship with prognosis of colorectal cancer by conventional and computer-assisted histopathological image analysis

Título alternativo Investigação da expressão da angiogênese e sua relação com o prognóstico do câncer colorretal pela análise convencional e informatizada da imagem histopatológica
Autor Leme, Marcelo Betim Paes Google Scholar
Waitzberg, Angela Flávia Logullo Autor UNIFESP Google Scholar
Artigiani Neto, Ricardo Autor UNIFESP Google Scholar
Linhares, Marcelo Moura Autor UNIFESP Google Scholar
Matos, Delcio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição University Foundation Osvaldo Aranha Department of Surgery
University Center of Volta Redonda
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To quantify the degree of angiogenesis by conventional method (microvessel density, MVD) and computerized method (endothelial area, EA), and to evaluate their relationships with the prognosis of patients operated on for colorectal adenocarcinoma. METHODS: Tumoral angiogenesis was studied by means of an immunohistochemical technique, using CD 34, on 126 patients; to quantify the angiogenesis, MVD (defined as number of microvessels per mm²) and EA measurement (defined as the area occupied by EA in the microscope field). A computerized method, IMAGELab software was utilized to quantify endothelial area. RESULTS: The mean number of microvessels was 128.6 MV/mm² (SD = 44.5) and the mean EA was 4.3% (SD = 2.1). The Pearson method demonstrated a low correlation coefficient between MVD and EA (r = 0.429). No relationship between MVD and EA was observed with regard to relapse-free interval and overall survival. CONCLUSION: The histological analysis of angiogenesis expression in patients with colorectal adenocarcinoma can be performed either by computer-assisted image analysis of endothelial area or by conventional microvessels counting. Both methods did not show any significant relationship between these angiogenesis parameters with relapse-free interval and overall survival.

OBJETIVO: Quantificar a intensidade da angiogênese pelo método convencional (densidade microvasal, DMV) e pelo método informatizado, área endothelial (AE) e avaliar a sua correlação com o prognóstico de doentes operados por adenocarcinoma colorretal. MÉTODOS: A angiogênese tumoral foi investigada por meio de técnica imuno-histoquímica, utilizando-se CD-34, em 126 doentes; para quantificar a angiogênese, a microdensidade vascular, definida como o número de microvasos por mm² e a medida da área endotelial, definida como a área ocupada pelo endotélio vascular identificada no campo microscópico foram empregadas. Um programa computadorizado, o IMAGELab foi empregado para a quantificação da área endothelial. RESULTADOS: A media do número de microvasos foi de 128,6 MV/mm ² (d esvio padrão de 44,5). O método do coeficiente de Pearson demonstrou uma baixa correlação entre a DMV e a AE (r=0,429). Nenhuma correlação entre a DMV e AE com o intervalo livre de doença e tempo global de sobrevida foi observada. CONCLUSÃO: A análise histológica da expressão angiogênica em doentes com adenocarcinoma colorretal pode ser realizada tanto da forma informatizada, na quantificação da área endotelial, como pela convencional, na contagem dos microvasos. Ambos métodos não demonstraram relação estatisticamente significante entre estes parâmetros de angiogênese e o intervalo livre de doença e a sobrevida global.
Palavra-chave Colonic Neoplasms
Image Processing, Computer-Assisted
Prognosis
Neoplasias do Colo
Processamento de Imagem Assistida por Computador
Prognóstico
Idioma Inglês
Data de publicação 2006-12-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 21, n. 6, p. 392-397, 2006.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Extensão 392-397
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502006000600007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-86502006000600007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3387

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-86502006000600007.pdf
Tamanho: 140.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta