Fatores prognósticos clínicos e anatomopatológicos dos tumores estromais gastrointestinais (gist) de origem gástrica

Fatores prognósticos clínicos e anatomopatológicos dos tumores estromais gastrointestinais (gist) de origem gástrica

Título alternativo Clinical and pathological prognostic factors involved in gastrointestinal stromal tumors (gist) of gastric origin
Autor Valadão, Marcus Google Scholar
Lourenço, Laércio Gomes Autor UNIFESP Google Scholar
Linhares, Eduardo Google Scholar
Romano, Sérgio Google Scholar
Kesley, Rubens Google Scholar
Siqueira, Deborah Google Scholar
Instituição INCA
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
INCA Seção de Cirurgia Abdômino-Pélvica
UFRJ
INCA Serviço de Anatomia Patológica
Universidade Gama Filho
Hospital dos Servidores do Estado Serviço de Anatomia Patológica
Resumo BACKGROUND: This study wants to identify clinical and pathologic prognostic factors of resected gastric gastrointestinal stromal tumors (GIST). METHODS: Twenty-nine patients with c-Kit positive gastric GIST who underwent surgical resection at the Brazilian National Cancer Institute (INCA) between 1983 and 2004 were reviewed retrospectively. Prognostic significance of clinical and pathological variables was investigated. The endpoints were overall survival and disease free survival. RESULTS: Median follow-up was 35 months. Five-year estimate survival rate was 53%. Univariate analysis for overall survival identified size 13.5 cm (p=0.01) and recurrence (p=0.03) as prognostic factors. Size 13.5 cm and recurrence were independent factors (p=0.01 and p=0.03 respectively) in multivariate analysis. Univariate analysis for disease free survival identified size 13.5 cm (p=0.04) and grade (p=0.04) as prognostic factors but only size 13.5 cm was an independent factor in multivariate analysis. CONCLUSION: Size 13.5 cm and recurrence were identified as independent prognostic factors for overall survival. Only size 13.5 cm was an independent prognostic factor for disease free survival.

OBJETIVO: Identificar os fatores prognósticos clínicos e anatomopatológicos nos portadores de tumor estromal gastrointestinal (GIST) gástrico submetidos à ressecção cirúrgica. MÉTODO: Estudo retrospectivo realizado no Instituto Nacional do Câncer (INCA), incluindo 29 casos de GIST gástrico c-Kit positivo submetidos à ressecção cirúrgica entre 1983 e 2004. Variáveis clínicas e anatomopatológicas foram investigadas quanto ao significado prognóstico, correlacionando-as com sobrevida global e sobrevida livre de doença. RESULTADOS: O acompanhamento mediano foi de 35 meses. A sobrevida global, estimada em cinco anos, foi de 53%. As variáveis tamanho tumoral maior que 13,5 cm e presença de recidiva tiveram implicação prognóstica na sobrevida global conforme análise univariada (p=0,01 e p=0,03, respectivamente). A análise multivariada evidenciou que tamanho tumoral maior que 13,5 cm e presença de recidiva representaram fatores prognósticos independentes relacionados à sobrevida global (p=0,01 e p=0,03, respectivamente). As características tamanho tumoral maior que 13,5 cm e índice mitótico influenciaram significativamente (p=0,04 e p=0,04) a sobrevida livre de doença (análise univariada), porém apenas tamanho tumoral maior que 13,5 cm apresentou-se como fator prognóstico independente (p=0,04) relacionado à sobrevida livre de doença, quando utilizada a análise multivariada. CONCLUSÕES: O tamanho tumoral e a presença de recidiva representaram fatores prognósticos independentes relacionados à sobrevida global. Apenas o tamanho tumoral apresentou impacto adverso independente na sobrevida livre de doença.
Palavra-chave Sarcoma
Stomach neoplasms
Prognosis
Survival
Sarcoma
Neoplasias gástricas
Prognóstico
Sobrevivência
Idioma Português
Data de publicação 2006-10-01
Publicado em Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Colégio Brasileiro de Cirurgiões, v. 33, n. 5, p. 298-304, 2006.
ISSN 0100-6991 (Sherpa/Romeo)
Publicador Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Extensão 298-304
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-69912006000500008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-69912006000500008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3317

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-69912006000500008.pdf
Tamanho: 278.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta