Gravidez e parto após embolização arterial para tratamento de leiomioma uterino

Gravidez e parto após embolização arterial para tratamento de leiomioma uterino

Título alternativo Pregnancy and delivery after arterial embolization for fibroid treatment
Autor Bonduki, Cláudio Emilio Autor UNIFESP Google Scholar
Gonçalves, Patrícia Google Scholar
Yokohama, Cláudio Autor UNIFESP Google Scholar
Costa, Odon Ferreira Da Google Scholar
Baracat, Edmund Chada Autor UNIFESP Google Scholar
Lima, Geraldo Rodrigues De Google Scholar
Girão, Manoel João Batista Castello Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Hospital Sírio Libanês
Hospital Sírio Libanês Departamento de Radiologia Vascular
Resumo PURPOSE: To analyze gestation evolution and deliveries after myoma treatment by embolization of the uterine arteries. METHODS: In the initial evaluation, 112 patients submitted to embolization of uterine arteries were included for treatment of myoma. From those, only nine wanted to be submitted to conservative treatment in order to keep their reproductive capacity. This procedure was indicated to the nine patients, since they were not susceptible to a conservative surgical treatment. They were submitted to embolization of the uterine arteries with particles of polyvinyl alcohol or embospheres with diameters ranging from 500 to 700 µm, and they have evolved without intercurrence. RESULTS: During the follow-up of these patients, there was a good clinical response with significant reduction in the uterus and myoma volumes. Four of them got pregnant, two had an early abortion and two evolved normally till the end of gestation with a term delivery. One of these had twins. CONCLUSION: Embolization of the uterine arteries is an option for the treatment of uterine myoma, and presents good clinical and anatomical results, allowing patients to preserve their reproductive capacity.

OBJETIVO: Analisar a evolução da gestação e partos após tratamento de leiomioma uterino por embolização das artérias uterinas. MÉTODOS: Foram incluídas na avaliação inicial 112 pacientes submetidas a embolização de artérias uterinas para tratamento de mioma uterino. Destas, somente nove desejavam o tratamento conservador para manter a capacidade reprodutiva. Este procedimento foi indicado para estas nove pacientes, pois elas não eram susceptíveis ao tratamento conservador cirúrgico. Submeteram-se a embolização das artérias uterinas com partículas de álcool polivinílico ou embosferas com diâmetro de 500 a 700 µm e evoluíram sem intercorrências. RESULTADOS: Durante o acompanhamento dessas nove pacientes houve boa resposta clínica, com redução significativa no volume do útero e dos miomas. Dessas nove, quatro engravidaram, sendo que duas tiveram abortamento precoce e duas evoluíram normalmente até o final da gestação com parto a termo, sendo um deles gemelar. CONCLUSÃO: A embolização de artérias uterinas é uma opção para o tratamento de miomas uterinos e apresenta bons resultados clínicos e anatômicos, permitindo manter a capacidade reprodutiva.
Palavra-chave Myoma
Uterine neoplasms
Leiomyoma
Embolization, therapeutic
Fertility
Pregnancy
Mioma
Neoplasias uterinas
Leiomioma
Embolização terapêutica
Fertilidade
Gravidez
Idioma Português
Data de publicação 2006-10-01
Publicado em Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia, v. 28, n. 10, p. 596-600, 2006.
ISSN 0100-7203 (Sherpa/Romeo)
Publicador Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Extensão 596-600
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032006001000005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-72032006001000005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3276

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-72032006001000005.pdf
Tamanho: 113.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta