Miocardiopatia terminal com insuficiência mitral secundária: tratamento com implante de prótese e remodelamento interno do ventrículo esquerdo

Miocardiopatia terminal com insuficiência mitral secundária: tratamento com implante de prótese e remodelamento interno do ventrículo esquerdo

Título alternativo End stage cardiomyopathy and secondary mitral insufficiency: surgical alternative with prostesis implant and left ventricular remodelling
Autor Breda, João Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Fonseca, José Honório de Almeida Palma da Autor UNIFESP Google Scholar
Teles, Carlos Alberto Autor UNIFESP Google Scholar
Branco, João Nelson Rodrigues Autor UNIFESP Google Scholar
Catani, Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Buffolo, Enio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To present a new surgical approach that consists of the implantation of a mitral prosthesis smaller than the annulus with traction of the papillary muscles to reduce the sphericalness of the left ventricle. METHODS: Between December 1995 and September 2005, 116 heart disease patients were operated, all of whom were at end-stage despite of full medication. The patients were analysed according to clinical criteria, echocardiographic findings and morphology of the left ventricle. RESULTS: Hospital mortality was 16.3% (19/116) and mid-term follow-up (38 ± 16 months) showed evidence of improvement in the clinical status and some echocardiographic parameters, in particular reduction of the sphericalness of the left ventricle. CONCLUSION: This technique, despite of the high mortality rate, offers a promising therapeutic alternative for the treatment of patients in refractory heart failure with cardiomyopathy associated to moderate or severe secondary mitral regurgitation.

OBJETIVO: Analisar o resultado de uma alternativa operatória que envolve a correção da regurgitação mitral pelo implante de uma prótese de diâmetro menor do que o anel mitral e redução da esfericidade do ventrículo esquerdo com tração dos músculos papilares em direção ao anel, em portadores de miocardiopatia terminal e regurgitação mitral secundária. MÉTODO: Entre dezembro de 1995 e setembro de 2005, 116 pacientes foram operados com a técnica proposta. Os pacientes foram analisados de acordo com critérios clínicos, dados ecocardiográficos e aspectos morfológicos do ventrículo esquerdo. RESULTADOS: A mortalidade hospitalar foi 16,3% (19/116). O tempo médio de acompanhamento foi 38±16 meses. Após a alta hospitalar, a curva atuarial de sobrevida permaneceu estável com aceitável taxa de mortalidade tardia. Observou-se importante melhora clínica dos pacientes e de alguns parâmetros ecocardiográficos, especialmente redução da esfericidade do ventrículo esquerdo. CONCLUSÃO: Apesar da alta mortalidade operatória, a técnica apresentada representa uma alternativa aceitável no tratamento de portadores de miocardiopatia terminal com insuficiência cardíaca refratária associada à regurgitação mitral secundária.
Palavra-chave Congestive heart failure
Dilated cardiomyopathy
Mitral valve insufficiency
Insuficiência cardíaca congestiva
Cardiomiopatia dilatada
Insuficiência da valva mitral
Idioma Português
Data de publicação 2006-09-01
Publicado em Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular. Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, v. 21, n. 3, p. 283-288, 2006.
ISSN 0102-7638 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular
Extensão 283-288
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-76382006000300007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-76382006000300007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3224

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-76382006000300007.pdf
Tamanho: 299KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta