Aplicação do teste de lateralização sonora em idosos

Aplicação do teste de lateralização sonora em idosos

Título alternativo Application of the lateralization sound test in elderly individuals
Autor Fonseca, Carolina Battaglia Frota Autor UNIFESP Google Scholar
Iorio, Maria Cecilia Martinelli Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo BACKGROUND: the ability to determine the direction of a sound source is based on the fact that sounds reach both ears at different times, phase, intensity and/or frequency. The perception of a sound source favors speech intelligibility in noisy environments. AIM: to identify the minimum time of interaural delay - produces lateralization to the ear which the stimulus reached first - through ascendant and descendent techniques, using the Sound Lateralization Test in elderly individuals with normal hearing thresholds in the frequencies which are most important for speech comprehension. METHOD: the Lateralization Test was used in 30 individuals with ages above 60 years, who presented hearing thresholds up to 25 dBHL in 500, 1000 e 2000Hz and with no air-bone gap. RESULTS: mean times of interaural delay in sound lateralization were: a) ascending technique: 125.56sec. (female) and 83.61sec. (male); b) descending technique: 95.06sec. (female) and 61.68sec (male). CONCLUSION: there is no difference between the mean time of interaural delay in sound lateralization obtained with the ascending or descending technique regarding the variable initial tested ear (right or left ear); the mean time of interaural delay in sound lateralization is smaller in males, when considering both ascendant and descendent techniques; the mean time of interaural delay in sound lateralization obtained with the descendent technique is smaller than that obtained with the ascendant technique; individuals who present hearing losses beginning at 3000Hz have smaller mean times of interaural delay in sound lateralization than normal hearing individuals in both techniques.

TEMA: a habilidade de determinar a direção da fonte sonora está baseada no fato de que os sons chegam às duas orelhas em tempo, fase, intensidade e/ ou freqüência diferentes. A percepção da direção da fonte sonora favorece a inteligibilidade de fala em ambientes ruidosos. OBJETIVO: identificar o menor tempo de atraso interaural, que é capaz de produzir lateralização para a orelha em que o estímulo chegou primeiro, por meio das técnicas ascendente e descendente, utilizando-se o Teste de Lateralização Sonora, em indivíduos idosos, com audição normal nas freqüências mais importantes para a compreensão da fala. MÉTODO: foi aplicado o Teste de Lateralização Sonora em 30 indivíduos acima de 60 anos de idade, que possuíam limiares de audibilidade até 25dBNA nas freqüências de 500, 1000 e 2000Hz, sem gap aéreo-ósseo. RESULTADOS: os tempos médios de atraso interaural de lateralização sonora foram: a) técnica ascendente: 125,56s (sexo feminino) e 83,61 s (sexo masculino); b) técnica descendente: 95,06 s (sexo feminino) e 61,68s (sexo masculino). CONCLUSÃO: não há diferença entre o tempo médio de atraso interaural de lateralização sonora, obtido com a técnica ascendente e descendente segundo a variável lado de início do teste (orelha direita ou orelha esquerda); o tempo médio de atraso interaural de lateralização sonora é menor nos indivíduos do sexo masculino, em ambas as técnicas, descendente e ascendente; o tempo de atraso interaural médio obtido por meio da técnica descendente é menor que o obtido na técnica ascendente; os indivíduos que apresentam perda de audição à partir da freqüência de 3000Hz têm tempo médio de atraso interaural de lateralização sonora menor que os indivíduos com audição normal, tanto na técnica ascendente quanto na técnica descendente.
Palavra-chave Hearing
Elderly
Sound Perception
Audição
Idoso
Percepção Sonora
Idioma Português
Data de publicação 2006-08-01
Publicado em Pró-Fono Revista de Atualização Científica. Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda., v. 18, n. 2, p. 197-206, 2006.
ISSN 0104-5687 (Sherpa/Romeo)
Publicador Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda.
Extensão 197-206
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-56872006000200009
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0104-56872006000200009 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3172

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-56872006000200009.pdf
Tamanho: 519.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta