Modelo hierárquico multivariado da inatividade física em crianças de escolas públicas

Modelo hierárquico multivariado da inatividade física em crianças de escolas públicas

Título alternativo Multivariate hierarchical model for physical inactivity among public school children
Autor Bracco, Mario Maia Autor UNIFESP Google Scholar
Colugnati, Fernando Antonio Basile Autor UNIFESP Google Scholar
Pratt, Michael Google Scholar
Taddei, Jose Augusto de Aguiar Carrazedo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Center for Physical Activity and Health Promotion
Centers for Disease Control and Prevention Division of Nutrition and Physical Activity
Resumo OBJECTIVE: To identify biological and sociodemographic factors associated with physical inactivity in public school children. METHODS: Parents of 2,519 children (49.3% of whom were girls), aged 7 to 10 years (mean = 7.6±0.9 years), from eight public schools in São Paulo, Brazil, completed a self-administered questionnaire. We used multiple correspondence analysis to identify groups of responses related to levels of physical activity and inactivity and to obtain an optimal scale. The cluster analysis identified groups of active and inactive children. The analysis of the receiver operator characteristic (ROC) curve, for the study of diagnostic properties of a simplified scale for physical inactivity derived from the optimal scale, revealed that a cutoff point of 3 had the best sensitivity and specificity, being therefore used as outcome variable in the regression model. A multivariate hierarchical model was built, including distal and proximal categorical variables, with a p < 0.05. RESULTS: Physical inactivity was positively associated with biological factors such as being overweight, being older than 7.5 years, being a female, and having a good appetite, and with socioeconomic factors such as having garbage collected less than twice a week and having mothers who work outside the home. CONCLUSION: The results are consistent with published data about determinant factors of physical activity and inactivity among children, showing that questionnaires answered by parents and submitted to a sophisticated statistical analysis can be used in population-based studies involving children younger than 10 years old.

OBJETIVO: Identificar fatores biológicos e sociodemográficos atribuíveis à inatividade física em crianças de escolas públicas. MÉTODOS: Foram estudadas, através de questionário auto-relatado pelos pais, 2.519 crianças (49,3% meninas), de 7 a 10 anos (média = 7,6±0,9 anos), de oito escolas públicas da cidade de São Paulo. Aplicamos a análise de correspondência múltipla para identificar grupos de respostas relacionadas com padrões de atividade e inatividade física e a geração de uma escala ótima. A análise de agrupamento identificou os grupos de crianças ativas e inativas. A análise de curva ROC (receiver operator characteristic), para o estudo das propriedades diagnósticas de uma escala simplificada de inatividade física derivada da escala ótima, mostrou o ponto de corte = 3 como o de melhor sensibilidade e especificidade, sendo utilizado como a variável de resposta no modelo de regressão. Um modelo hierárquico multivariado foi construído, assumindo variáveis categóricas como distais e proximais, adotando-se p < 0,05. RESULTADOS: A inatividade física foi positivamente associada aos fatores determinantes biológicos como sobrepeso, idade maior do que 7,5 anos, sexo feminino e bom apetite, e aos determinantes socioeconômicos como freqüência de coleta de lixo menor do que duas vezes por semana e mães que trabalham fora de casa. CONCLUSÃO: Os resultados são coerentes com os dados publicados sobre fatores determinantes de atividade e inatividade física na infância, indicando que questionários respondidos pelos pais, submetidos a uma análise estatística sofisticada, podem ser viáveis em estudos populacionais envolvendo crianças menores de 10 anos.
Palavra-chave Physical activity
schools
questionnaries
children
Atividade física
escolas
questionários
crianças
Idioma Português
Financiador Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2006-08-01
Publicado em Jornal de Pediatria. Sociedade Brasileira de Pediatria, v. 82, n. 4, p. 302-307, 2006.
ISSN 0021-7557 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Pediatria
Extensão 302-307
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572006000500013
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0021-75572006000500013 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3161

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0021-75572006000500013.pdf
Tamanho: 151.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta