Ictal fear: semiologic characteristics and differential diagnosis with interictal anxiety disorders

Ictal fear: semiologic characteristics and differential diagnosis with interictal anxiety disorders

Título alternativo Medo ictal: características semiológicas e diagnóstico diferencial em transtornos de ansiedade interictais
Autor Rosa, Vivianne Pellegrino Autor UNIFESP Google Scholar
Araujo Filho, Gerardo Maria de Autor UNIFESP Google Scholar
Rahal, Márcio Andriani Autor UNIFESP Google Scholar
Caboclo, Luís Otávio Sales Ferreira Autor UNIFESP Google Scholar
Sakamoto, Américo Ceiki Autor UNIFESP Google Scholar
Yacubian, Elza Márcia Targas Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo INTRODUCTION: Ictal fear (IF) is one of the most frequent emotional auras. It is the sole or predominant manifestation of simple partial seizures or initial expression of a complex partial seizure. It is more often experienced in patients with mesial temporal lobe epilepsy (TLE), probably associated with mesial temporal structures, like the amygdala. Anxiety disorders are very common psychiatric disorders associated with epilepsy, with a prevalence of 15 to 25%. OBJECTIVES: To describe three patients with IF with refractory mesial TLE, also presenting the results of EEG, imaging exams, neuropsychological, quality of life and psychiatric evaluations. METHODS AND RESULTS: Three case reports of patients with refractory mesial TLE and IF followed up in the outpatient's clinic at the Epilepsy Section, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Brazil, were submitted to presurgical evaluation and corticoamygdalohippocampectomy. Two patients presented ictal scalp-sphenoidal EEG onset on left side. Two patients had major depressive disorder in psychiatric evaluation. CONCLUSION: Although IF is the most frequent ictal psychological symptom, anxiety and mood disorders are very common psychiatric comorbidity in patients with epilepsy. It was concluded that differential diagnosis of interictal anxiety disorders, panic attacks and IF can be difficult, and requires careful management.

INTRODUÇÃO: O medo ictal (IF) é uma aura comum. Pode ser a unica manifestação de uma crise parcial simples ou o início de uma crise parcial complexa. Freqüentemente vivenciada por pacientes com epilepsia do lobo temporal mesial (TLE) é associada a comprometimento de estruturas mesiais como a amígdala. Os transtornos de ansiedade são muito comuns entre os transtornos psiquiátricos associados a epilepsia, com uma prevalência de 15 a 20%. OBJETIVOS: descrever três casos de pacientes com medo ictal como manifestação de epilepsia refratária do lobo temporal mesial, apresentando também resultados do EEG, exames de imagem, avaliação neuropsicológica, de qualidade de vida e psiquiátrica. MÉTODOS E RESULTADOS: Três pacientes acompanhados no ambulatório do setor de Epilepsia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) com epilepsia refratária do lobo temporal mesial foram submetidos a avaliação pré-cirúrgica e cortico-amidalahipocampectomia. Dois apresentaram EEG de superficie com eletrodos esfenoidais com início ictal do lado esquerdo e dois tinham transtorno de depressão maior segundo a avaliação psiquiátrica. CONCLUSÃO: Embora o medo ictal seja uma aura freqüente, é importante levar em conta os índices elevados de comorbidades psiquiátricas, como os transtornos ansiosos, nos pacientes com epilepsia. Concluiu-se que pode ser difícil o diagnóstico diferencial de transtornos de ansiedade interictal, ataques de pânico e medo ictal, exigindo um manejo cuidadoso.
Palavra-chave anxiety disorders
epilepsy
ictal fear
neurology
psychiatry
transtorno de ansiedade
epilepsia
medo ictal
neurologia
psiquiatria
Idioma Inglês
Data de publicação 2006-06-01
Publicado em Journal of Epilepsy and Clinical Neurophysiology. Liga Brasileira de Epilepsia (LBE), v. 12, n. 2, p. 89-94, 2006.
ISSN 1676-2649 (Sherpa/Romeo)
Publicador Liga Brasileira de Epilepsia (LBE)
Extensão 89-94
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1676-26492006000300008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1676-26492006000300008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3118

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1676-26492006000300008.pdf
Tamanho: 258.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta