Reatividade linfonodal e densidade microvascular nas metástases cervicais de carcinoma epidermóide com tumor primário oculto

Reatividade linfonodal e densidade microvascular nas metástases cervicais de carcinoma epidermóide com tumor primário oculto

Título alternativo Lymph node reactivity and microvessel density in neck metastases of unknown primary squamous cell carcinoma
Autor Amar, Ali Autor UNIFESP Google Scholar
Giovanini, Allan Fernando Google Scholar
Rosas, Marilene Paladino Google Scholar
Cervantes, Onivaldo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Hospital Heliópolis
Centro Universitário Positivo
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo BACKGROUND: neoangiogenesis and the immune response are important mechanisms in metastasis development. AIM: to evaluate lymph node reactivity and microvessel density in neck metastasis of occult primary squamous cell carcinoma considering their histological and clinical variables. STUDY DESIGN: retrospesctive case-series. METHOD: 19 patients with neck metastasis of occult primary squamous cell carcinoma who underwent neck dissection between 1983 and 2000 were selected. The lymph nodes were reevaluated on the type of reactivity in both the cortical and paracortical areas, and the metastasis were assessed as to grade, desmoplasia, necrosis and microvessel density (CD34). The relationship between histological and clinical variables was evaluated. RESULTS: the median microvessel density was 91 vessels/mm2, varying from 28 to 145. Paracortical hyperplasia was more common in patients below 55 years of age (90% x 44%, p= 0.05), but there was no relationship between reactivity patterns and microvessel density with prognosis. The disease-free survival was 52% in 3 years, being similar in both groups, with higher or lower microvessel densities. CONCLUSION: microvessel density in neck metastasis of occult primary squamous cell carcinoma had a great individual variability. It wasn t possible to establish the relationship between microvessel density and the clinical or histological variables studied.

INTRODUÇÃO: A neoangiogênese e a resposta imunológica são mecanismos importantes no desenvolvimento das metástases. OBJETIVO: Avaliar a reatividade linfonodal e a densidade microvascular nas metástases cervicais de carcinoma epidermóide com tumor primário oculto, considerando a sua relação com outras variáveis histológicas e clínicas. TIPO DE ESTUDO: Série de casos, retrospectiva. CASUÍSTICA E MÉTODO: 19 pacientes submetidos a esvaziamento cervical entre 1983 e 2000. Os linfonodos foram reavaliados quanto ao tipo de reatividade, considerando a área cortical e paracortical. Nas metástases foi avaliado o grau de diferenciação, desmoplasia, necrose, e densidade microvascular (CD34). Foi estabelecida a relação entre as diferentes variáveis histológicas e clínicas, incluindo o estadiamento e a evolução dos pacientes. RESULTADOS: A densidade microvascular apresentou mediana de 91 vasos/mm2, variando de 28 a 145. A reatividade paracortical foi mais freqüente nos pacientes com menos de 55 anos (90% x 44%, p= 0,05). A sobrevida livre de doença foi de 52% em 3 anos, sendo similar entre os pacientes com maior ou menor densidade microvascular tumoral. CONCLUSÕES: A densidade microvascular nas metástases de tumor primário oculto apresenta grande variação individual. Não foi possível estabelecer relação entre a densidade microvascular e as variáveis clínicas e histológicas estudadas.
Palavra-chave squamous cell cancer
lymph nodes
head and neck neoplasms
unknown primary neoplasms
pathologic neovascularization
carcinoma de células escamosas
linfonodos
neoplasias de cabeça e pescoço
neoplasias primárias desconhecidas
neovascularização patológica
Idioma Português
Data de publicação 2006-06-01
Publicado em Revista Brasileira de Otorrinolaringologia. ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, v. 72, n. 3, p. 382-387, 2006.
ISSN 0034-7299 (Sherpa/Romeo)
Publicador ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Extensão 382-387
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992006000300015
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-72992006000300015 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3058

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0034-72992006000300015.pdf
Tamanho: 308.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta