Participação da sociedade civil no seguimento das ações frente à Aids no Brasil

Participação da sociedade civil no seguimento das ações frente à Aids no Brasil

Título alternativo Monitoring and evaluating actions implemented to confront AIDS in Brazil: civil society's participation
Autor Villela, Wilza Vieira Autor UNIFESP Google Scholar
Veloso, José Carlos Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Grupo de Apoio a Prevenção da Aids de São Paulo
Resumo The United Nations Declaration of Commitment on HIV/Aids recommends that governments conduct periodic analysis of actions undertaken in confronting the HIV/Aids epidemic that involve civil society's participation. Specific instruments and mechanisms should be created towards this end. This paper examines some of the responses of the Brazilian government to this recommendation. Analysis contemplates the Declaration's proposals as to civil society's participation in monitoring and evaluating such actions and their adequacy with respect to Brazilian reality. The limitations and potentials of MONITORAIDS, the matrix of indicators created by Brazil's Programa Nacional de DST/Aids [National Program for STD/AIDS] to monitor the epidemic are discussed. Results indicate that MONITORAIDS's complexity hampers its use by the conjunction of actors involved in the struggle against Aids. The establishment of mechanisms that facilitate the appropriation of this system by all those committed to confronting the epidemic in Brazil is suggested.

A Declaração de Compromisso sobre o HIV/Aids das Nações Unidas recomenda que os governos realizem análises periódicas das suas ações frente à epidemia do HIV/Aids, com a participação da sociedade civil. Para isso, devem ser criados mecanismos e instrumentos específicos. O presente trabalho examina algumas das respostas do governo brasileiro a esta recomendação. Foi feita uma análise da proposta de seguimento contida na Declaração e sua adequação à realidade brasileira, em relação à participação da sociedade civil. Discutiram-se os limites e as potencialidades do MONITORAIDS, matriz de indicadores construída pelo Programa Nacional de DST/Aids para monitoramento da epidemia. Os resultados mostraram que a complexidade do MONITORAIDS dificulta sua utilização pelo conjunto de atores envolvidos na luta contra a Aids. Sugere-se que se estabeleçam mecanismos que facilitem a apropriação desse sistema por todos aqueles comprometidos com o enfrentamento da epidemia no País.
Palavra-chave Acquired immunodeficiency syndrome
Program evaluation
National health programs
Consumer participation
Communitarian organization
Síndrome de imunodeficiência adquirida
Avaliação de programas
Programas nacionais de saúde
Participação comunitária
Organização comunitária
Idioma Português
Data de publicação 2006-04-01
Publicado em Revista de Saúde Pública. Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, v. 40, p. 88-93, 2006.
ISSN 0034-8910 (Sherpa/Romeo)
Publicador Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Extensão 88-93
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102006000800012
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-89102006000800012 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3043

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0034-89102006000800012.pdf
Tamanho: 34.18KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta