Processamento auditivo e SPECT em crianças com dislexia

Processamento auditivo e SPECT em crianças com dislexia

Título alternativo Dichotic listening and spect in dyslexic children
Autor Sauer, Luciane Google Scholar
Pereira, Liliane Desgualdo Autor UNIFESP Google Scholar
Ciasca, Sylvia Maria Google Scholar
Pestun, Magda Google Scholar
Guerreiro, Marilisa M. Google Scholar
Instituição Universidade Estadual de São Paulo Faculdade de Ciências Médicas Departamento de Neurologia
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Dichotic listening (DL) was evaluated in 36 children with: verbal dichotic listening test, alternating dissilable dichotic test and non-verbal dichotic listening test. Children were separated into two groups: experimental group with 18 dyslexic children and control group with 18 normal children. Both groups were comparable in gender, laterality and social-economic level. All dyslexic children underwent neuroimaging exam (SPECT). Our data showed that there was a statistical difference between both groups in all DL tests. Abnormal SPECT findings were seen in 50% of the dyslexic children, hypoperfusion of the left temporal lobe being the most frequent abnormality. We conclude that dyslexic children present an impairment of central neurologic processing that may be detected by DL tests, and by functional imaging exam, such as SPECT, as well.

Aplicamos em um grupo de 36 crianças os testes dicótico de dígitos, dicótico de dissílabos alternados e dicótico não-verbal, os quais fazem parte do conjunto de avaliação do processamento auditivo. As crianças foram divididas em dois grupos que foram correlacionados: grupo experimental (GE) formado por 18 crianças com diagnóstico de dislexia e 18 crianças normais compondo o grupo comparação (GC), sem queixa de aprendizagem e pareadas em relação a sexo, lateralidade e nível sócio-econômico ao GE. Realizamos o exame de imagem (SPECT) no GE. Encontramos em nosso estudo diferença estatisticamente significante entre os grupos (GE e GC) em todos os testes avaliados. Em relação ao SPECT, apesar de não encontrarmos diferença estatisticamente significante entre os resultados, pudemos observar que 50% dos sujeitos avaliados apresentaram alteração, sendo a maior parte em áreas do lobo temporal esquerdo. Concluímos que crianças com dislexia apresentam alterações do processamento neurológico central que podem ser detectadas tanto em testes específicos de processamento auditivo, quanto em exames funcionais de imagem como SPECT.
Palavra-chave dyslexia
imaging
dichotic listening test
dislexia
processamento auditivo
neuroimagem
teste dicótico
Idioma Português
Data de publicação 2006-03-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 64, n. 1, p. 108-111, 2006.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo)
Publicador Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 108-111
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2006000100022
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-282X2006000100022 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2968

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-282X2006000100022.pdf
Tamanho: 190.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta