Meningeoma de goteira olfatória: relação entre achados clínico-radiológicos e índice proliferativo (Mib-1)

Meningeoma de goteira olfatória: relação entre achados clínico-radiológicos e índice proliferativo (Mib-1)

Título alternativo Olfactory groove meningioma: correlation between clinicoradiological features and proliferative index (Mib-1)
Autor Paiva Neto, Manoel Antonio de Autor UNIFESP Google Scholar
Tella Jr, Oswaldo Inácio de Autor UNIFESP Google Scholar
Herculano, Marco Antonio Autor UNIFESP Google Scholar
Stávale, João Norberto Autor UNIFESP Google Scholar
Bonatteli, Antonio Pádua Furquim Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Hospital Edmundo Vasconcelos
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: The aim of this study is to correlationate demografic, radiologic features and proliferative index defined by imunohistochemical expression of Mib-1 in olfactory groove meningiomas, and to observe possible predictive factors of recurrence of this tumor. METHOD: There were analysed demografic, clinical and radiological features of 15 patients with olfactory groove meningioma. Fifteen paraffin-embebed tumors were studied by imunohistochemical methods for the expression of proliferative index by the Mib-1. RESULTS: There was a statiscally positive correlation between tumoral and edema volumes. There was no correlation betweem Mib-1, tumoral volume, tumoral edema and frontal skull base abnormalities. Two cases with tumor recurrence had proliferative indices higher than the mean index. CONCLUSION: Larger tumors were more susceptible to develop peritumoral edema. The proliferative índex has no positive correlation with tumoral volume, edema volumes and skull base invasion, but probably it is associated with tumoral recurrence.

OBJETIVO: O objetivo deste estudo é correlacionar achados clínicos, radiológicos e índice proliferativo em meningeomas da goteira olfatória e analisar possíveis fatores preditivos de recidiva tumoral. MÉTODO: Foram estudados 15 pacientes portadores de meningeoma de goteira olfatória. O exame imuno-histoquímico foi realizado através do índice proliferativo calculado a partir da expressão do MIB-1. RESULTADOS: Houve relação estatisticamente significativa entre volume tumoral e edema. Não houve relação significativa entre índice proliferativo, volume tumoral, edema, idade do paciente e alterações da base do crânio. Dois pacientes que apresentaram recidiva tumoral possuíam índice proliferativo maior que a média. CONCLUSÃO: Tumores maiores são mais susceptíveis ao desenvolvimento de edema cerebral. O índice proliferativo provavelmente está associado a recidiva tumoral, principalmente em pacientes com hiperostose e ressecções cirúrgicas parciais.
Palavra-chave meningioma
olfactory groove
edema
proliferative index
Mib-1
meningeoma
goteira olfatória
edema
índice proliferativo
Mib-1
Idioma Português
Data de publicação 2006-03-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 64, n. 1, p. 77-82, 2006.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 77-82
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2006000100016
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000236704100016
SciELO S0004-282X2006000100016 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2961

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-282X2006000100016.pdf
Tamanho: 295.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta