CLL: chromosomal abnormalities (FISH) and their relation with clinical stage, CD38 and ZAP-70

CLL: chromosomal abnormalities (FISH) and their relation with clinical stage, CD38 and ZAP-70

Título alternativo Leucemia linfocítica crônica: anormalidades cromossômicas e a sua relação com o estágio clínico CD38 e o ZAP-70
Autor Nascimento, Marilia C. Autor UNIFESP Google Scholar
Yamamoto, Mihoko Autor UNIFESP Google Scholar
Rodrigues, Maria Madalena Autor UNIFESP Google Scholar
Franco, Luciana F. Autor UNIFESP Google Scholar
Kimura, Elisa Y. S. Autor UNIFESP Google Scholar
Vasconcelos, Yuri Autor UNIFESP Google Scholar
Oliveira, José Salvador Rodrigues de Autor UNIFESP Google Scholar
Figueiredo, Vera L. P. Autor UNIFESP Google Scholar
Chauffaille, Maria de Lourdes Lopes Ferrari Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Chronic lymphocytic leukemia is the most prevalent type of leukemia in the West. It is characterized by an extremely variable clinical course. The aim of the study was to detect the most frequent chromosomal abnormalities in patients with CLL using FISH, and assess them regarding age, gender, clinical stage and CD38 and ZAP-70 expressions. We found 51.7% of the patients with chromosome abnormalities. The most frequent one was del 13q14 in 34.5% of cases. It was associated to other alterations in 17.2%. 17p13 deletions were found in 17.2% and trisomy 12 in 13.8% (in isolation in 6.9% and associated to del 13q14, in 6.9% of the cases). An 11q22 deletion was found in one case associated to a 13q14 deletion. To better evaluate the relationship between chromosome aberrations and other prognostic factors in CLL, two cytogenetics groups were considered: favorable (13q deletion in isolation and no alteration) and unfavorable outcomes (trisomy 12, 17p13 deletion, 11q22 deletion and two simultaneous alterations).The unfavorable alterations were more frequently seen among young individuals (<60y). There were more females (70%) than males in this group (p=0.04). In relation to the Binet's staging system, patients with unfavorable cytogenetic alterations, tended to be B and C stages, while in the favorable group prevailed patients in stage A. Additionally, patients with poor prognostic cytogenetics tended to express CD38 and ZAP-70 proteins.

A leucemia linfocítica crônica (LLC) é o tipo de leucemia mais prevalente no Ocidente e é caracterizada por curso clínico extremamente variável. O objetivo deste estudo foi detectar as anomalias cromossômicas mais freqüentes em pacientes com LLC, empregando a técnica FISH, e correlacioná-las com idade, sexo, estádio clínico, expressão de CD 38 e ZAP-70. Foram encontradas alterações cromossômicas em 51,7% dos pacientes. A mais freqüente foi a del 13q14, observada em 34,5% dos casos e que esteve associada a outras anomalias em 17,2%. Deleção 17p13 foi encontrada em 17,2% e trissomia 12 em 13,8% (isolada em 6,9% e associada à del 13q14 em 6,9%). Deleção 11q22 foi observada em um caso em concomitância à del 13q14. Para melhor avaliar a relação entre alteração cromossômica e outros fatores prognósticos em LLC, dois grupos citogenéticos foram considerados: favorável (deleção 13q isolada e ausência de alterações) e desfavorável (trissomia 12, deleção 17p13, deleção 11q22 e duas anomalias simultâneas). As alterações desfavoráveis foram mais freqüentemente observadas em indivíduos jovens (<60 anos) e em mulheres (70%)(p=0,04). Em relação ao sistema de estadiamento de Binet, houve tendência dos pacientes com alterações cromossômicas desfavoráveis apresenteram-se nos estágios B e C enquanto no grupo favorável prevaleceram aqueles com estágio A. Em adição, pacientes com achados citogenéticos de prognóstico desfavorável tiveram tendência a expressar proteínas CD 38 e ZAP-70.
Palavra-chave Chronic lymphocytic leukemia
FISH
cytogenetics
Leucemia linfocítica crônica
FISH
citogenética
Idioma Inglês
Data de publicação 2006-03-01
Publicado em Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia. Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia e Terapia Celular, v. 28, n. 1, p. 5-10, 2006.
ISSN 1516-8484 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia e Terapia Celular
Extensão 5-10
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-84842006000100004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-84842006000100004 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2955

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-84842006000100004.pdf
Tamanho: 43.53KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta