Diferentes padronizações do teste da caminhada de seis minutos como método para mensuração da capacidade de exercício de idosos com e sem cardiopatia clinicamente evidente

Diferentes padronizações do teste da caminhada de seis minutos como método para mensuração da capacidade de exercício de idosos com e sem cardiopatia clinicamente evidente

Título alternativo Different patterns for the 6-minute walk test as a test to measure exercise ability in elderly with and without clinically evident cardiopathy
Autor Araújo, Clênia Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Makdisse, Márcia R.p. Autor UNIFESP Google Scholar
Peres, Paulo A.t. Autor UNIFESP Google Scholar
Tebexreni, Antonio Sergio Autor UNIFESP Google Scholar
Ramos, Luiz Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Matsushita, Andréa M. Autor UNIFESP Google Scholar
Carvalho, Antonio Carlos Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVES: Evaluate the correlation between peak oxygen consumption (VO2peak), from cardiopulmonary test with the distance covered in the six-minute walk test (6MWT) in healthy elderly and with myocardial infarction (MI). METHODS: Thirty individuals were studied, with age range 65 - 87 years (76, 03± 4,75), divided into 2 groups: Group I - 14 with clinically evident coronary heart disease (CHD) and Group II - 16 without clinically evident CHD. They were submitted to cardiopulmonary test (CPT) and 2 types of 6MWT, standard test 6MWTs. Variables measure at rest and exertion were heart rate (HR) and respiratory rate (RR), blood pressure (BP), distance covered (DC), and Borg s rate subjective perceived exertion (RPE). RESULTS: The study showed significant, strong correlation between distances covered for both 6MWT, and (VO2peak) obtained from cardiopulmonary test (CPT) for all elderly included in the study. When comparing the 6MWT with physiotherapist support (6MWTphy) and without support (6MWTw), statistically significant difference was observed, with higher average values of the DC, of the RH and RR and Borg s RPE in the 6MWTphy, both of the groups. Addtionally, the RH reached at final the exertion in 6MWTphy was similar to that obtained in CPT (p<0,05) suggesting that the 6MWT stimulates higher cardiovascular performance. CONCLUSION: 6MWTw, adopted a worldwide, by being submaximal imposes lower cardiovascular overburden as compared to 6MWTphy and is probably safer for elderly who are cardiopaths.

OBJETIVOS: Avaliar a correlação do consumo de oxigênio pico (VO2pico), no teste cardiopulmonar, com a distância percorrida no teste da caminhada de seis minutos (TC6) em idosos saudáveis e com infarto do miocárdio (IM). MÉTODOS: Avaliados 30 indivíduos, idade entre 65 e 87 anos (76,03 ± 4,75), divididos em 2 grupos: Grupo I - 14 com doença cardíaca clinicamente evidente (DCCE) Grupo II - 16 sem DCCE. Foram submetidos ao teste cardiopulmonar (TCP) e a 2 tipos de TC6. As variáveis mensuradas foram: a freqüência cardíaca (FC) e respiratória (FR), pressão arterial (PA), distância percorrida (DP), e a percepção subjetiva de esforço de BORG. RESULTADOS: O estudo mostrou uma forte correlação das distâncias percorridas, em ambas as formas do (TC6), com o VO2pico obtido no TCP, em todos idosos incluídos neste estudo. Na comparação entre os TC6, quando aplicado com acompanhamento (TC6ac) e sem acompanhamento (TC6s), foi observada diferença estatisticamente significante, com maiores valores médios da DP, da FC e FR, e da percepção subjetiva de esforço no TC6ac, em ambos os grupos. Além disso, a FC atingida ao final do esforço, no TC6ac, foi semelhante à obtida no TCP máximo (p <0,05), sugerindo que esta forma de padronização do TC6 estimula a um maior desempenho cardiovascular. CONCLUSÃO: O TC6s, por ser submáximo, impõe uma sobrecarga cardiovascular menor do que TC6ac, sendo provavelmente mais seguro em idosos cardiopatas.
Palavra-chave Elderly
walk test
cardiopulmonary test
Idosos
teste da caminhada
teste cardiopulmonar
Idioma Português
Data de publicação 2006-03-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC, v. 86, n. 3, p. 198-205, 2006.
ISSN 0066-782X (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Extensão 198-205
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0066-782X2006000300007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000266906600011
SciELO S0066-782X2006000300007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2935

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0066-782X2006000300007-en.pdf
Tamanho: 243.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S0066-782X2006000300007-pt.pdf
Tamanho: 284.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta