Influência da ingestão de sardinha nos níveis de ácidos graxos poliinsaturados da série ômega3 no leite materno

Influência da ingestão de sardinha nos níveis de ácidos graxos poliinsaturados da série ômega3 no leite materno

Título alternativo The influence of sardine consumption on the omega-3 fatty acid content of mature human milk
Autor Patin, Rose Vega Autor UNIFESP Google Scholar
Vítolo, Márcia R. Autor UNIFESP Google Scholar
Valverde, Mara A. Autor UNIFESP Google Scholar
Carvalho, Patrícia O. Google Scholar
Pastore, Gláucia M. Google Scholar
Lopez, Fábio Ancona Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Resumo OBJECTIVES: The purpose of this study was to investigate what effect the intake of sardines, rich in omega-3 series polyunsaturated fatty acids, has on the composition of breastmilk. METHODS: This was a prospective study of 31 nursing mothers under observation at the Hospital Guilherme Álvaro. Each was given 2 kg of fresh sardines twice with a 15-day interval. Milk was sampled and a 24-hour dietary recall questionnaire was applied on days 0, 15 and 30. Milk was assayed for fatty acid content by gas chromatography. Statistical analysis of the results was performed using nonparametric tests with significance set at p < 0.05. RESULTS: The results demonstrate that the nutritional intake of the nursing mothers was adequate at all three sample points. With regard to the omega-3 series fatty acid content of the breastmilk, it was observed that regular consumption and shorter intervals between intake and milk collection resulted in higher concentrations of docosapentaenoic acid and docosahexaenoic acid at 15 and 30 days into the study. Fatty acids from the omega-3 and omega-6 series exhibited a significant correlation, r² was 0.58 and 0.59 at 15 and 30 days, respectively. CONCLUSION: These results suggest that incorporating fish into the diets of nursing mother during lactation, in the form of 100 g of sardines two or three times a week, contributes to an increase in omega-3 series fatty acids.

OBJETIVOS: A proposta deste trabalho foi verificar a influência da ingestão de sardinha, alimento rico em ácidos graxos poliinsaturados da série ômega3, na composição do leite materno. MÉTODOS: Estudo prospectivo avaliou 31 nutrizes acompanhadas no Hospital Guilherme Álvaro, as quais receberam 2 kg de sardinha fresca por duas vezes, em intervalos de 15 dias. Nos tempos 0, 15 e 30 dias, realizou-se inquérito alimentar de 24 horas e coleta de leite. Determinaram-se os ácidos graxos do leite materno por cromatografia a gás. Para análise estatística dos resultados, utilizaram-se testes não paramétricos, com nível de significância p < 0,05. RESULTADOS: Os resultados mostraram que o consumo alimentar das nutrizes estava adequado e apresentou-se constante durante os três momentos do estudo. Quanto aos ácidos graxos da série ômega3 no leite, verificou-se que o consumo regular e os menores intervalos entre coleta de leite e ingestão de sardinha determinaram maiores proporções de ácido docosapentaenóico e ácido docosahexaenóico após 15 e 30 dias do início do estudo. Os ácidos graxos da série ômega6 e ômega3 apresentaram correlação significante, r² = 0,58 e 0,59, respectivamente, nos tempos 15 e 30 dias. CONCLUSÃO: Esses resultados sugerem que a ingestão de peixe incorporada ao hábito alimentar da nutriz durante a lactação, com o consumo de 100 g de sardinha, duas a três vezes por semana, contribui para o aumento dos ácidos graxos da série ômega3.
Palavra-chave Breastmilk
human milk
polyunsaturated fatty acids
fish comsumption
docosahexaenoic acid (DHA)
omega-3 fatty acids
lactation
breastfeeding
Leite materno
ácidos graxos poliinsaturados
ingestão de peixe
ácio docosahexaenóico (DHA)
ácidos graxos ômega3
lactação
Idioma Português
Financiador Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data de publicação 2006-02-01
Publicado em Jornal de Pediatria. Sociedade Brasileira de Pediatria, v. 82, n. 1, p. 63-69, 2006.
ISSN 0021-7557 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Pediatria
Extensão 63-69
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572006000100013
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0021-75572006000100013 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2916

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0021-75572006000100013.pdf
Tamanho: 155.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta