Tratamento das fraturas da pelve e acetábulo pela via de Stoppa modificada

Tratamento das fraturas da pelve e acetábulo pela via de Stoppa modificada

Título alternativo Treatment of pelvic and acetabular fractures through modified Stoppa port
Autor Balbachevsky, Daniel Autor UNIFESP Google Scholar
Pires, Robinson Esteves Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Faloppa, Flávio Autor UNIFESP Google Scholar
Reis, Fernando Baldy dos Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Hospital Felício Rocho
Resumo This study describes the modified Stoppa access port for treating fractures on pelvic anterior region and fractures affecting the acetabulum anterior column. In this access port, a suprapubic cross-sectioned incision is performed on skin, longitudinal opening of the abdominal rectus muscle with lateral displacement of venters, and subperiosteal bone dissection through the medial surface of the hemipelvis addressed, so that implant materials can be placed on that inner surface. This access port, little used in our area, presents advantages over the traditional ports, such as the ilioinguinal and iliofemoral, due to the potential for a smaller surgical wound and soft parts dissection, enabling implants to be placed directly on quadrilateral layer, achieving a stable fixation and reducing the risks of infection and injuries to neurovascular structures. As a result of current literature and of the experience of the authors with the use of that access port, we can conclude that it is a good alternative for accessing those fractures.

Este estudo descreve a via de acesso de Stoppa modificada no tratamento das fraturas da região anterior da pelve e das fraturas que acometem a coluna anterior do acetábulo. Nesta via de acesso é realizada uma incisão transversal suprapúbica na pele, abertura longitudinal do músculo reto abdominal com afastamento de seus ventres lateralmente e dissecção óssea subperiosteal pela face medial da hemipelve abordada, sendo que os materiais de implante podem então ser colocados nesta face interna. Esta via de acesso, pouco difundida em nosso meio, apresenta vantagens diante das tradicionais ilioinguinal e iliofemoral, pois é realizada menor incisão cirúrgica e dissecção de partes moles, possibilita a colocação de implantes diretamente na lâmina quadrilátera, obtém uma fixação estável e diminui os riscos de infecção e lesão de estruturas neurovasculares. Diante da literatura atual e da experiência adquirida pelos autores com o uso desta via de acesso, conclui-se que é uma boa alternativa para o acesso a estas fraturas.
Palavra-chave Pelvis
Acetabulum
Fractures
Pelve
Acetábulo
Fraturas
Idioma Português
Data de publicação 2006-01-01
Publicado em Acta Ortopédica Brasileira. Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, v. 14, n. 4, p. 190-192, 2006.
ISSN 1413-7852 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Extensão 190-192
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1413-78522006000400002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1413-78522006000400002 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2842

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1413-78522006000400002.pdf
Tamanho: 313.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta