Análise crítica do desempenho evolutivo da visão subnormal no Instituto Benjamin Constant

Análise crítica do desempenho evolutivo da visão subnormal no Instituto Benjamin Constant

Título alternativo Critical analysis of the progressive performance of low vision in Benjamin Constant Institute
Autor Costa Filho, Helder Alves Da Google Scholar
Berezovsky, Adriana Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Instituto Benjamin Constant Setor de Visão Subnormal
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To evaluate effectiveness of the Low Vision the Benjamin Constant Institute (BCI) and confirm the real necessity of an Institute like BCI in the present inclusion policy. METHODS: Ecological study, analyzing 3 periods of Low Vision Assistance at the Benjamin Constant Institute from October 1, 1990 to december 20, 2002: a) 1991 - starting assistance; b) 1995 - medical pedagogic integration; c) 2002 - present-day situation. We considered in this analysis as indicators: I - Low Vision Assistance, II - Low Vision sector in the Benjamin Constant Institute, III - Associates. RESULTS: This study demonstrated an increase in assistance, reaching a wider spectrum of patients after medical-pedagogic integration. Other indicators, such as physician capacitation, participation in Benjamin Constant Capacitation Courses, increase in orienta tion to institutions, schools and others and referrals to the Benjamin Constant Institute, and Rehabilitation also attest the effectiveness of the Low Vision sector of the Benjamin Constant Institute. CONCLUSIONS: The Low Vision sector proved to be the interface between the Medical and Pedagogic Departments, and later on the Rehabilitation and Physical Education Coordination sectors. This has implied alterations in the way to manage the low-vision patient, not only regarding the regular Benjamin Constant Institute student as well as any other patient in the community. The Benjamin Constant Institute proved its importance as regards inclusion policy.

OBJETIVO: Avaliar a efetividade do setor de Visão Subnormal no Instituto Benjamin Constant (IBC) e comprovar a real necessidade de um Instituto nos moldes do Instituto Benjamin Constant na atual política de inclusão. MÉTODOS: Estudo ecológico, realizado de 1º de outubro de 1990 a 20 de dezembro de 2002, analisando três períodos de atendimento no setor de Visão Subnormal no Instituto Benjamin Constant: a) 1991 - início do atendimento; b) 1995 - integração médico-pedagógica; c) 2002 - estágio atual. Nesta análise foram estudados os seguintes indicadores: I - número de atendimentos no setor de Visão Subnormal; II - condições do setor de Visão Subnormal no Instituto Benjamin Constant e III - associados. RESULTADOS: Observou-se aumento do atendimento, que passou a ser mais abrangente após a integração médico-pedagógica. Outros indicadores, como a capacitação de profissionais médicos, a participação em cursos de capacitação no Instituto Benjamin Constant, o aumento do número de convênios e encaminhamentos para o Instituto Benjamin Constant, além da Reabilitação, também confirmam a efetividade do setor de Visão Subnormal no Instituto Benjamin Constant. CONCLUSÕES: O setor de Visão Subnormal mostrou ser a interface entre o serviço médico e o serviço pedagógico, passando a interagir posteriormente com a Reabilitação e a Coordenação de Educação Física. Isto acarretou mudança de postura de diferentes setores do Instituto Benjamin Constant com relação ao paciente portador de visão subnormal, desde o educando até o paciente da comunidade. Desse modo, o Instituto Benjamin Constant mostrou a sua utilidade no tocante à política de inclusão.
Palavra-chave Vision, low
Blindness
Visually impaired persons
Information services
Academies and Institutes
Effectiveness
Baixa visão
Cegueira
Portadores de deficiência visual
Serviços de informação
Academias e Institutos
Efetividade
Idioma Português
Data de publicação 2005-12-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 68, n. 6, p. 815-820, 2005.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 815-820
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492005000600018
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492005000600018 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2769

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492005000600018.pdf
Tamanho: 92.78KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta