Depression, anxiety and quality of life scores in seniors after an endurance exercise program

Depression, anxiety and quality of life scores in seniors after an endurance exercise program

Título alternativo Escores de depressão, ansiedade e qualidade de vida em idosos após um programa de exercícios aeróbios
Autor Antunes, Hanna Karen Moreira Autor UNIFESP Google Scholar
Stella, Sérgio Garcia Autor UNIFESP Google Scholar
Santos, Ruth Ferreira Autor UNIFESP Google Scholar
Bueno, Orlando Francisco Amodeo Autor UNIFESP Google Scholar
Mello, Marco Tulio de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Resumo OBJECTIVE: Mood disorders are a frequent problem in old age, and their symptoms constitute an important public health issue. These alterations affect the quality of life mainly by restricting social life. The participation in a regular exercise program is an effective way of reducing or preventing the functional decline associated with aging. The aim of the present study was to examine the effects of fitness-endurance activity (at the intensity of Ventilatory Threshold 1 (VT-1)) in depression, anxiety and quality of life scores in seniors. METHODS: The study involved 46 sedentary seniors aged 60-75 (66.97 ± 4.80) who were randomly allocated to two groups: 1) Control group, which was neither asked to vary their everyday activities nor to join a regular physical fitness program; and 2) Experimental group, whose members took part in an aerobic fitness program consisting of ergometer cycle sessions 3 times a week on alternate days for six months working at a heart rate corresponding to ventilatory threshold (VT-1) intensity. Subjects were submitted to a basal evaluation using the geriatric depression screening scale - GDS, STAI trait/state (anxiety scale) and SF-36 (quality of life scale). RESULTS: Comparing the groups after the study period, we found a significant decrease in depressive and anxiety scores and an improvement in the quality of life in the experimental group, but no significant changes in the control group. CONCLUSION: The data suggest that an aerobic exercise program at VT-1 intensity suffices to promote favorable modifications in depressive and anxiety scores to improve the quality of life in seniors.

OBJETIVO: Transtornos de humor são problemas freqüentes na população idosa. Seus sintomas representam uma importante questão de saúde pública e afetam substancialmente a qualidade de vida, principalmente por restringir atividades sociais. A participação em um programa de exercícios físicos regulares parece ser efetiva em reduzir e prevenir o declínio funcional decorrente do envelhecimento. O objetivo do presente trabalho foi examinar o efeito de um programa de exercício físico aeróbio na intensidade do limiar ventilatório 1 (VT-1) nos escores indicativos de depressão e ansiedade e na qualidade de vida de idosos saudáveis. MÉTODOS: O estudo envolveu 46 voluntários sedentários saudáveis com idades entre 60-75 (66,97 ± 4,80), que foram distribuídos aleatoriamente em dois grupos: 1) Controle, que foi orientado a não alterar suas atividades rotineiras e a não se engajar em um programa de exercício físicos e 2) Experimental, que participou de programa de exercício em bicicleta ergométrica, três vezes por semana, em dias alternados, na intensidade do VT-1, por seis meses. Os voluntários foram submetidos a uma avaliação utilizando-se um screening composto pelas escalas: GDS (depressão), STAI traço/estado (ansiedade) e SF-36 (qualidade de vida). RESULTADOS: A comparação dos grupos após o período de estudo revelou que o grupo experimental obteve redução dos escores de depressão e ansiedade e aumento da qualidade de vida, enquanto que no grupo controle não foram observadas alterações. CONCLUSÃO: Os dados sugerem que um programa de exercício em bicicleta ergométrica na intensidade do VT-1 é suficiente para promover modificações favoráveis nos escores indicativos de depressão e ansiedade e melhorar a qualidade de vida de idosos.
Palavra-chave Depression
Anxiety
Quality of life
Aged
Physical endurance
Exercise therapy
Depressão
Ansiedade
Qualidade de vida
Idoso
Resistência física
Terapia por exercício
Idioma Inglês
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2005-12-01
Publicado em Revista Brasileira de Psiquiatria. Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP, v. 27, n. 4, p. 266-271, 2005.
ISSN 1516-4446 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Extensão 266-271
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462005000400003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000233727900003
SciELO S1516-44462005000400003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2750

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-44462005000400003.pdf
Tamanho: 260.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta